Diferença entre Inglês Britânico e Americano: 5 músicas

Diferença entre Inglês Britânico e Americano: 7 músicas – Sempre foi do meu interesse deixar claro aqui no Inglês no Teclado que o meu Inglês, à luz do que aponta a convenção, é americano. A maior parte da minha vida tive contato com o Inglês americano então era esperado que, ao falar Inglês nessess últimos 30 anos e estudar a língua inglesa me baseando nesse contato, o meu Inglês fosse rotulado como americano. Entretanto, já expliquei em diversos textos poque não podemos nos prender a uma questão de sotaque, apesar de eu fanaticamente estudar os aspectos e traços que permeiam o Inglês americano e inclusive britânico. Você deve se preocupar a aprender Inglês independentemente do sotaque. Esse aspecto do canto, contudo, não deve ser apagado da sua vida. Isso porque apesar de prender a falar Inglês estar de bom tamanho, ser capaz de constatar diferenças e especificidades ajuda de sobremaneira no processo de aprendizado e principalmente lapidação. Antes de entrarmos na explicação propriamente dita, como você verá abaixo, usaremos algumas músicas para apender Inglês para captarmos a diferença entre Inglês britânico e americano no quesito pronúncia. Se você estiver procurando diferenças entre inglês britânico e americano em se tratando de grafia, recomendo o texto do pelo do site SK. De qualquer forma, espero que você goste.

Diferença Entre Inglês Britânico e Americano

Pensando nisso, resolvi escrever um texto interessante apontando a diferença entre o Inglês Britânico e Americano de uma forma diferente. Em vez de dizer no Inglês americano ocorre isso e no Inglês britânico ocorre aquilo, selecionei algumas músicas para aprender Inglês e farei breves comentários uma vez ou outra – deixando para que você a tarefa de tirar as suas próprias conclusões ao analisá-las.

Sabe quando um pai ou mãe ensina o seu filho a andar de bicicleta sem rodinhas e vai segurando levemente pelo banco, dando suporte ao aprendiz até que a criança ande sozinha? Pois então. Nesse novo artigo do Inglês no Teclado sobre diferença entre Inglês britânico e Inglês americano no quesito pronúncia farei alguns comentários, mas deixarei que na maior parte das vezes você desenvolva a sua percepção crítica e comece a captar a diferença sem o meu pitaco.

Could Have Been me – The Struts

Na música Could Have Been Me da banda The Struts é possível apontarmos um aspecto super comum do Inglês britânico ao se pronunciar o verbo modal can na negativa, isto é can’t. Se comparamos a maneira como americanos pronunciam essa palavra com a forma que pessoas falantes do Inglês britânico o fazem, é forçoso concluirmos que o Inglês americano tende a pronuncia-la como se a letra ‘a’ tivesse o som da letra ‘e’ do Português, ao passo que no Inglês britânico a letra ‘a’ soa como a nossa letra ‘a’. Preste atenção nos seguintes: intervalos: |1:32 – 13:35| e |1:44-1:47 |.

DICA RÁPIDA  O Que Significa Up Em Inglês (Significados da Palavra Up)

O vocalista da banda The Struts diz:

Don’t wanna live as an untold story
Rather go out in a blaze of glory
I can’t hear you, I don’t fear you
I’ll live now cause the bad die last
Dodging bullets with your broken past
I can’t hear you, I don’t fear you now

diferença entre inglês britânico e americano
(fonte da imagem)

Essa é apenas uma das características presentes nessa música. Há diversas outras que eu poderia apontar, mas vamos nos ater a mais evidente e que julgo essencial sermos capaz de distinguir. Escute a música e em seguida de play nos áudios abaixo:

Naomi Scott – Say Nothing (Live Performance)

Outro exemplo em que conseguimos diferenciar com facilidade o Inglês britânico e inglês americano no quesito “can’t”, como justamente foi apontado na música Could Have been da banda The Strauts, é Say Nothing de Naomi Scott. A cantora reproduz fielmente a pronúncia britânica de can’t em sua música. Dá play no vídeo-clipe e acompanhe com a letra:

And I can’t find the words to say
So I’ll say nothing, say nothing at all
And this hurt when you’re there
And I try, but I still say nothing, say nothing at all

diferença entre inglês britânico e americano
(fonte da imagem)

O trecho que você também deve focar para captar a pronúncia de can’t é o intervalo | 2:26 – 3:02|. Nessa parte ela diz:

Time Waste, slow pace, why can’t I let go?

Áudio da Pronúncia do Inglês Britânico:

Pronúncia do Inglês Americano:

Agora vamos analisar outra diferença nítida também presente na música de Naomi que é a pronúncia da palavra ‘there’.

And I can’t find the words to say
So I will say nothing, say nothing at all
And it’s hard when you’re there, and I try
But I still just say nothing, say nothing at all

Nesse caso temos a ausência do ‘r’ retroflexo presente no Inglês americano. Confira no áudio abaixo a diferença entre Inglês britânico e americano:

Parklife – Blur

Lembro até hoje quando descobri a banda Blur e eu ainda tocava em uma banda de Rock and Roll. Foi amor à primeira vista. Ouvir a música Coffee and Tv (se você não conhece essa música clique aqui para ver o vídeo- mais de 13 milhões de visualizações). De qualquer forma, uma música em Inglês que indica claramente a diferença entre Inglês Britânico e Inglês Americano é Parklife da banda Blur. Tudo bem que temos a impressão de que a maior parte da música estão dando um discuso em de vez de efetivamente cantar, mas até mesmo no refrão é possível constatar o traço característico do Inglês britânico. Dá play!

DICA RÁPIDA  Feliz Aniversário Atrasado Em Inglês: como dizer?
diferença inglês britânico e americano
(fonte da imagem)

Nesse caso não iremos destacar uma outra especificidade em função da música inteira ser repleta de características do Inglês britânico e você pode conferir a letra completa dessa música clicando aqui.

Não tenho dúvidas de que dentre todas as músicas com Inglês britânico que conheço essa seja uma das mais representativas.

S.O.B. – Nathaniel Rateliff & The Night Sweats 

Se tem uma música super engraçada que revela algumas características do Inglês americano, sem sombra de dúvidas podemos indicar “Son Of A Bitch” de Nathaniel Rateliff& The Nigh Sweats que apesar de não ser muito famosa, foi inclusive recentemente tocada no programa The Tonight Show Starring Jimmy Fellon.  😎

diferença entre inglês britânico e Inglês americano
(fonte da imagem)

Para estudar a diferença entre Inglês britânico e americano, decide selecionar essa música, pois apesar de conter características de Inglês americano do tipo “bicho do mato” ou “jeca”, se assim preferir, há aspectos que podem ser amealhados para o nosso estudo com músicas para apender Inglês.

Dá play no vídeo abaixo e ria um pouco para encantar o seu dia.

Vou focar em alguns trechos da música. O primeiro deles é o hábito de contrações informais e connected speech. A letra da música diz: son of a bitch give a me drink, mas o que ouvimos o vocalista dizer é:

Sone of a bitch, gimme a drink…

Escute o áudio:

Em se tratando do Inglês americano é muito comum a presença massiva de contrações informais em Inglês. Temos muito o uso de:

  • Give me – gimme
  • Want to – wanna
  • Let me – lemme
  • Kind of – kinda

E coisas do tipo. A presença de connected speech é praticamente inevitável em se tratando de falantes nativos da língua inglesa, mas no Inglês americano, na minha opinião, isso fica ainda mais evidente. Já explicamos sobre esse assunto e você pode aprender mais a respeito clicando nesse texto aqui —-> Connected Speech: o que é isso?

DICA RÁPIDA  Como Dizer "Fulano Em Inglês"? 6 formas!
I wish I’d known – Mackenzie Porter

Outra música repleta de características do Inglês americano é I wish I’d known de Mackenzie Porter. Apesar da cantora possuir um estilo pop-country o que nos levaria a pensar que todo americano fala como ela,  a forma como Mackenzie pronuncia as palavras apresenta traços bem específicos do Inglês americano.

diferença entre inglês britânico e americano
(fonte da imagem)

Confira a música dando play no vídeo abaixo. De qualquer forma, lhe adianto que podemos extrair as seguintes conclusões em se tratando da diferença entre Inglês britânico e americano no quesito pronúncia:

  • Uso de contração informais;
  • Presença clara de connected speech;

 

Vamos apontar ao menos uma característica de cada (apesar de se repetirem por todo o vídeo). Identifique o uso de connected speech no trecho:

  • Or if I’m I ready to go [ intervalo 0:26 – 029]

E na parte:

  • So, I close my eyes and I start to dream [ intervalo 0:30 – 0:35]

E também:

  • Feel your hand in mine [intervalo 0:42-0:43]

Perceba o uso de contração informal misturada com connected speech nos techos:

  • Like I was never gonna let you go [intervalo 1:03 – 1:05]
  • That was the last time you were ever gonna hold me [intervalo ]

Esses foram apenas alguns exemplos. Também podemos indicar outros, mas acredito que já temos um número suficiente para captar a diferença entre Inglês britânico e Inglês americano. Outra música da mesma cantora na qual você constata com facilidade características do Inglês americano é a música chamada Rodeo (clique aqui para ver o clipe).

Se você ficou com alguma dúvida deixe o seu comentário abaixo. fFrei questão de responder. Esse texto não foi para sanar de vez todas as possíveis dúvidas que estudantes da língua possuem quando procuram pela diferença entre Inglês britânico e americano no quesito pronúncia. A nossa intenção foi simplesmente alertá-los para alguns detalhes que muitas vezes passam batidos e que podem lhe auxiliar, como já dissemos, quanto ao quesito pronúncia. Para ficar por dentro de mais dicas de Inglês como essa, curta a nossa página oficial no Facebook. Ajuda a gente, é rapidinho!  😉

Curtir página do Facebook

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta