Diferen├ža entre Ingl├¬s Brit├ónico e Americano: 5 m├║sicas

Diferen├ža entre Ingl├¬s Brit├ónico e Americano: 7 m├║sicas – Sempre foi do meu interesse deixar claro aqui no Ingl├¬s no Teclado que o meu Ingl├¬s, ├á luz do que aponta a conven├ž├úo, ├ę americano. A maior parte da minha vida tive contato com o Ingl├¬s americano ent├úo era esperado que, ao falar Ingl├¬s nessess ├║ltimos 30 anos e estudar a l├şngua inglesa me baseando nesse contato, o meu Ingl├¬s fosse rotulado como americano. Entretanto, j├í expliquei em diversos textos poque n├úo podemos nos prender a uma quest├úo de sotaque, apesar de eu fanaticamente estudar os aspectos e tra├žos que permeiam o Ingl├¬s americano e inclusive brit├ónico. Voc├¬ deve se preocupar a aprender Ingl├¬s independentemente do sotaque. Esse aspecto do canto, contudo, n├úo deve ser apagado da sua vida. Isso porque┬áapesar de prender a falar Ingl├¬s estar de bom tamanho, ser capaz de constatar diferen├žas e especificidades ajuda de sobremaneira no processo de aprendizado e principalmente lapida├ž├úo. Antes de entrarmos na explica├ž├úo propriamente dita, como voc├¬ ver├í abaixo, usaremos algumas m├║sicas para apender Ingl├¬s para captarmos a diferen├ža entre Ingl├¬s brit├ónico e americano no quesito pron├║ncia. Se voc├¬ estiver procurando diferen├žas entre ingl├¬s brit├ónico e americano em se tratando de grafia, recomendo o texto do pelo do site SK. De qualquer forma,┬áespero que voc├¬ goste.

Diferen├ža Entre Ingl├¬s Brit├ónico e Americano

Pensando nisso, resolvi escrever um texto interessante apontando a diferen├ža entre o Ingl├¬s Brit├ónico e Americano de uma forma diferente. Em vez de dizer no Ingl├¬s americano ocorre isso e no Ingl├¬s brit├ónico ocorre aquilo, selecionei algumas m├║sicas para aprender Ingl├¬s e farei breves coment├írios uma vez ou outra – deixando para que voc├¬ a tarefa de tirar as suas pr├│prias conclus├Áes ao analis├í-las.

Sabe quando um pai ou m├úe ensina o seu filho a andar de bicicleta sem rodinhas e vai segurando levemente pelo banco, dando suporte ao aprendiz at├ę que a crian├ža ande sozinha? Pois ent├úo. Nesse novo artigo do Ingl├¬s no Teclado sobre diferen├ža entre Ingl├¬s brit├ónico e Ingl├¬s americano no quesito pron├║ncia┬áfarei alguns coment├írios, mas deixarei que na maior parte das vezes voc├¬ desenvolva a sua percep├ž├úo cr├ştica e comece a captar a diferen├ža sem o meu pitaco.

Could Have Been me –┬áThe Struts

Na m├║sica Could Have Been Me da banda The Struts ├ę poss├şvel apontarmos um aspecto super comum do Ingl├¬s brit├ónico ao se pronunciar o verbo modal can na negativa, isto ├ę can’t. Se comparamos a maneira como americanos pronunciam essa palavra com a forma que pessoas falantes do Ingl├¬s brit├ónico o fazem, ├ę for├žoso concluirmos que o Ingl├¬s americano tende a pronuncia-la como se a letra ‘a’ tivesse o som da letra ‘e’ do Portugu├¬s, ao passo que no Ingl├¬s brit├ónico a letra ‘a’ soa como a nossa letra ‘a’. Preste aten├ž├úo nos seguintes: intervalos: |1:32 – 13:35| e |1:44-1:47 |.

DICA R├üPIDA  Uso de Collocations Em Ingl├¬s

O vocalista da banda The Struts diz:

Don’t wanna live as an untold story
Rather go out in a blaze of glory
I can’t hear you, I don’t fear you
I’ll live now cause the bad die last
Dodging bullets with your broken past
I can’t hear you, I don’t fear you now

diferen├ža entre ingl├¬s brit├ónico e americano
(fonte da imagem)

Essa ├ę apenas uma das caracter├şsticas presentes nessa m├║sica. H├í diversas outras que eu poderia apontar, mas vamos nos ater a mais evidente e que julgo essencial sermos capaz de distinguir. Escute a m├║sica e em seguida de play nos ├íudios abaixo:

Naomi Scott – Say Nothing (Live Performance)

Outro exemplo em que conseguimos diferenciar┬ácom facilidade o Ingl├¬s brit├ónico e ingl├¬s americano no quesito “can’t”, como justamente foi apontado na m├║sica Could Have been da banda The Strauts, ├ę Say Nothing de Naomi Scott. A cantora reproduz fielmente a pron├║ncia brit├ónica de can’t em sua m├║sica. D├í play no v├şdeo-clipe e acompanhe com a letra:

And I can’t find the words to say
So I’ll say nothing, say nothing at all
And this hurt when you’re there
And I try, but I still say nothing, say nothing at all

diferen├ža entre ingl├¬s brit├ónico e americano
(fonte da imagem)

O trecho que voc├¬ tamb├ęm deve focar para captar a pron├║ncia de can’t ├ę o intervalo | 2:26 – 3:02|. Nessa parte ela diz:

Time Waste, slow pace,┬áwhy can’t I let go?

Áudio da Pronúncia do Inglês Britânico:

Pronúncia do Inglês Americano:

Agora vamos analisar outra diferen├ža n├ştida tamb├ęm presente na m├║sica de Naomi que ├ę a pron├║ncia da palavra ‘there’.

And I can’t find the words to say
So I will say nothing, say nothing at all
And it’s hard when you’re there, and I try
But I still just say nothing, say nothing at all

Nesse caso temos a aus├¬ncia do ‘r’ retroflexo presente no Ingl├¬s americano. Confira no ├íudio abaixo a diferen├ža entre Ingl├¬s brit├ónico e americano:

Parklife – Blur

Lembro at├ę hoje quando descobri a banda Blur e eu ainda tocava em uma banda de Rock and Roll. Foi amor ├á primeira vista. Ouvir a m├║sica Coffee and Tv (se voc├¬ n├úo conhece essa m├║sica clique aqui para ver o v├şdeo- mais de 13 milh├Áes de visualiza├ž├Áes). De qualquer forma, uma m├║sica em Ingl├¬s que indica claramente a diferen├ža entre Ingl├¬s Brit├ónico e Ingl├¬s Americano ├ę Parklife da banda Blur. Tudo bem que temos a impress├úo de que a maior parte da m├║sica est├úo dando um discuso em de vez de efetivamente cantar, mas at├ę mesmo no refr├úo ├ę poss├şvel constatar o tra├žo caracter├şstico do Ingl├¬s brit├ónico. D├í play!

DICA R├üPIDA  A Influ├¬ncia do Ingl├¬s no Portugu├¬s: Percep├ž├Áes de um Blogueiro
diferen├ža ingl├¬s brit├ónico e americano
(fonte da imagem)

Nesse caso n├úo iremos destacar uma outra especificidade em fun├ž├úo da m├║sica inteira ser repleta de caracter├şsticas do Ingl├¬s brit├ónico e voc├¬ pode conferir a letra completa dessa m├║sica clicando aqui.

N├úo tenho d├║vidas de que dentre todas as m├║sicas com Ingl├¬s brit├ónico que conhe├žo essa seja uma das mais representativas.

S.O.B. –┬áNathaniel Rateliff & The Night Sweats┬á

Se tem uma m├║sica super engra├žada que revela algumas caracter├şsticas do Ingl├¬s americano, sem sombra de d├║vidas podemos indicar “Son Of A Bitch” de Nathaniel Rateliff& The Nigh Sweats que apesar de n├úo ser muito famosa, foi inclusive recentemente tocada no programa The Tonight Show Starring Jimmy Fellon.┬á ­čśÄ

diferen├ža entre ingl├¬s brit├ónico e Ingl├¬s americano
(fonte da imagem)

Para estudar a diferen├ža entre Ingl├¬s brit├ónico e americano, decide selecionar essa m├║sica, pois apesar de conter caracter├şsticas de Ingl├¬s americano do tipo “bicho do mato” ou “jeca”, se assim preferir, h├í aspectos que podem ser amealhados para o nosso estudo com m├║sicas para apender Ingl├¬s.

D├í play no v├şdeo abaixo e ria um pouco para encantar o seu dia.

Vou focar em alguns trechos da m├║sica. O primeiro deles ├ę o h├íbito de contra├ž├Áes informais e connected speech. A letra da m├║sica diz: son of a bitch give a me drink, mas o que ouvimos o vocalista dizer ├ę:

Sone of a bitch, gimme a drink…

Escute o áudio:

Em se tratando do Ingl├¬s americano ├ę muito comum a presen├ža massiva de contra├ž├Áes informais em Ingl├¬s. Temos muito o uso de:

  • Give me – gimme
  • Want to – wanna
  • Let me – lemme
  • Kind of – kinda

E coisas do tipo. A presen├ža de connected speech ├ę praticamente inevit├ível em se tratando de falantes nativos da l├şngua inglesa, mas no Ingl├¬s americano, na minha opini├úo, isso fica ainda mais evidente. J├í explicamos sobre esse assunto e voc├¬ pode aprender mais a respeito clicando nesse texto aqui —-> Connected Speech: o que ├ę isso?

DICA R├üPIDA  Few, Little, Less, Fewer: como usar e diferen├ža
I wish I’d known – Mackenzie Porter

Outra m├║sica repleta de caracter├şsticas do Ingl├¬s americano ├ę I wish I’d known de Mackenzie Porter. Apesar da cantora possuir um estilo pop-country┬áo que nos levaria a pensar que todo americano fala como ela, ┬áa forma como Mackenzie pronuncia as palavras┬áapresenta tra├žos bem espec├şficos do Ingl├¬s americano.

diferen├ža entre ingl├¬s brit├ónico e americano
(fonte da imagem)

Confira a m├║sica dando play no v├şdeo abaixo. De qualquer forma, lhe adianto que podemos extrair as seguintes conclus├Áes em se tratando da diferen├ža entre Ingl├¬s brit├ónico e americano no quesito pron├║ncia:

  • Uso de contra├ž├úo informais;
  • Presen├ža clara de connected speech;

 

Vamos apontar ao menos uma caracter├şstica de cada (apesar de se repetirem por todo o v├şdeo). Identifique o uso de connected speech no trecho:

  • Or if I’m I ready to go [ intervalo 0:26 – 029]

E na parte:

  • So, I close my eyes and I start to dream [ intervalo 0:30 – 0:35]

E tamb├ęm:

  • Feel your hand in mine [intervalo 0:42-0:43]

Perceba o uso de contra├ž├úo informal misturada com connected speech nos techos:

  • Like I was never gonna let you go [intervalo 1:03 – 1:05]
  • That was the last time you were ever gonna hold me [intervalo ]

Esses foram apenas alguns exemplos. Tamb├ęm podemos indicar outros, mas acredito que j├í temos um n├║mero suficiente para captar a diferen├ža entre Ingl├¬s brit├ónico e Ingl├¬s americano. Outra m├║sica da mesma cantora na qual voc├¬ constata com facilidade caracter├şsticas do Ingl├¬s americano ├ę a m├║sica chamada Rodeo (clique aqui para ver o clipe).

Se voc├¬ ficou com alguma d├║vida deixe o seu coment├írio abaixo. fFrei quest├úo de responder. Esse texto n├úo foi para sanar de vez todas as poss├şveis d├║vidas que estudantes da l├şngua possuem quando procuram pela diferen├ža entre Ingl├¬s brit├ónico e americano no quesito pron├║ncia. A nossa inten├ž├úo foi simplesmente alert├í-los para alguns detalhes que muitas vezes passam batidos e que podem lhe auxiliar, como j├í dissemos, quanto ao quesito pron├║ncia. Para ficar por dentro de mais dicas de Ingl├¬s como essa, curta a nossa p├ígina oficial no Facebook. Ajuda a gente, ├ę rapidinho!┬á ­čśë

Curtir página do Facebook

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta