Melhorar A Escrita Em Inglês – Expressões Sem Artigos

Melhorar A Escrita Em Inglês Melhorar A Escrita Em Inglês não é nada fácil. Principalmente se você não tem acesso a materiais que lhe indiquem o melhor caminho a ser seguido. Muito prazer, meu nome é Daniel e sou fundador do blog Inglês no Teclado – um dos blogs de inglês mais acessados por falantes nativos da língua portuguesa.  O nosso blog está no ar desde 2009 ensinando a como dominar a língua inglesa. Se você chegou até aqui, parabéns. Nesse novo artigo, vou dar dicas de como melhorar a escrita em inglês focando em um único detalhe: artigos em inglês. Essa é apenas uma das dicas de inglês que você poderá encontrar na nossa página. Assim, caso deseje ir além e conferir mais táticas de escrita em inglês, use a nossa barra de buscas acima.

Antes de falarmos das dicas  de como melhorar a escrita em inglês, eu gostaria de lhe perguntar: você já conhece o nosso canal de inglês no Youtube? Atualmente são milhares de pessoas assistindo as nossas aulas de inglês por lá. Essa é uma excelente oportunidade para você desenvolver outras habilidades como fala e escuta. São aulas de inglês para todos os níveis: básico intermediário, avançado e proficiente [clique aqui para conhecer].

Dicas Para Melhorar A Escrita Em Inglês

No artigo de hoje vou focar em um detalhe simples, mas desconhecido por muitos ESL students: a associação equivocada entre inglês e português no tocante aos artigos de ambas as línguas. Aqui no nosso blog já citamos quando não usar artigos em inglês [nesse texto], mas faltou dar uma dica especial sobre o uso de artigos. Há em inglês determinados padrões, ou melhor, conjuntos de palavras que frequentemente são escritos sem o uso de artigos definidos quando na nossa língua fazemos o contrário.  O que quero dizer com isso é que pelo fato de usarmos algum artigo na nossa língua (tomando por base a tradução) tendemos a inserir o artigo equivalente na composição de palavras em inglês, indo contra padrões da língua inglesa. Isso pode parecer um aspecto tolo, mas pesa muito na sua escrita em inglês.

HARD WORK

A gente olha para “hard work” e pensa logo em “trabalho duro”. Assim, temos um adjetivo (hard) e um substantivo (work). Por conta desse entendimento, em decorrência da presença do substantivo work (trabalho), muitos estudantes de inglês tendem a escrever: it’s a hard work quando o propósito é rotular algo como tarefa penosa.

Ex: Very few people like to write because it’s hard work.

[poucas pessoas gostam de escrever porque se trata de uma tarefa difícil] 

Perceba que não foi feito uso de artigo na frase em inglês (it’s hard work = it is hard work). Pode parecer estranho, mas em inglês a combinação de palavras hard work atua com a função de adjetivo.

Função de AdjetivoSignificadoExemploTradução
DirtySujoIt’s dirty = it is dirtyEstá sujo (a)
BeautifulLindaShe’s beautiful = She is beautifulEla é linda
Hard workComplicadoIt’s hard work being a girlÉ complicado ser mulher

 

É evidente que isso também reflete na sua fala, porque você simplesmente não vai querer incluir um artigo onde nativos da língua inglesa – qualquer seja o motivo – não incluem.

USAR OU NÃO THE

Existe uma confusão muito recorrente entre estudantes de inglês relacionada ao uso do artigo definido the. Como já explicamos aqui no blog, é possível usar dois substantivos em que o primeiro faz o papel de um adjetivo. Peguemos a combinação company policy como exemplo. A palavra company aqui exerce o sentido de corporativo ou empresarial, assim temos: política corporativa ou política empresarial. Observe alguns exemplos:

Ex: I disagree with that change in company policy.

[descordo dessa mudança na política corporativa] 

Quando nos referimos a normas, regras e leis em geral que permeiam as mais diversas relações interpessoais o uso do artigo the fica dispensado. Essa é uma das dicas mais quentes para escrever bem em inglês.

A frase acima poderia ser reescrita como:

Ex: I disagree with that change in the company’s policy

[descordo dessa mudança na política corporativa da empresa]

A diferença entre o primeiro e esse último exemplo é óbvia. Quando optamos por dizer company policy, apesar de estar subtendido que nos referimos a política que pertence a uma determinada empresa, fazemos referência ao conceito abstrato de política corporativa, ao passo que na segunda frase especificamos de maneira explícita que nos referimos à política corporativa da empresa que está no centro da crítica. Razão pela qual, fizemos uso do artigo definido the associado ao caso genitivo.

Considerando que ambos os formatos são aceitáveis, sugiro que você opte pelo primeiro por imprimir um aspecto visual mais limpo na escrita.

Ex: There will be no change in university policy regarding the use, possession or cultivation of marijuana on university property. 

[não haverá mudança na política da universidade concernente o uso, posse e cultivo de maconha em imóveis da universidade]

Ex: Can a change in economic policies cope with anger and alienation?

[uma mudança na política econômica pode estimular raiva e alienação?]

Muitos estudantes tenderiam a inserir the antes de university policy, company policy e economic policies. De qualquer forma, lembre-se que não está incorreto dizer coisas como:

Ex: Elections are signaling a giant change in the world’s policy direction.

Ex: He campaigned for a change in the law that would see drink-drivers go to prison.

Então é isso. Essas foram breves dicas sobre como melhorar a escrita em inglês. Se você quiser ficar por dentro de mais dicas para escrever bem em inglês, fique ligado nos nossos próximos artigos. Melhore a sua pronúncia e escuta com as nossas aulas de inglês no Youtube [clique aqui para conhecer]. No Facebook, sempre avisamos quando há novidades por aqui. Ajuda a gente, é rapidinho!  😉

 Curtir página do Facebook

 

Download PDF

ARTIGOS SEMELHANTES

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta