Speak English Ou Speak In English? Qual o Certo?

Speak English Ou Speak In English? Qual o Certo? Acredito que alguns leitores já tenham enfrentado essa dívida. Por exemplo, em Português dizemos falar inglês, mas também cabe falar em inglês – com o uso do termo ’em’. Será que seria cabível utilizar in como na frase colocada?

Antes de conferirmos a explicação completa, entretanto, eu gostaria de te convidar para conhecer o nosso canal de inglês no Youtube. á são milhares de pessoas acompanhando o nosso trabalho por lá. Como sempre dizemos aqui no blog inglês no teclado, escolas de inglês e cursos de inglês online são importantes, mas blogs de inglês também. Para dar uma espiadinha é só [clicar aqui—> clique].

Speak English Ou Speak In English? Qual o Certo?

Pois bem. Dizemos speak english para se referir ao ato ou a habilidade.

Ex: Do you speak English?

[você fala inglês?]

Apesar de, no Português, caber falamos você sabe falar inglês? É, infinitamente, mais comum (e mais simples / direto) dizer você fala inglês? Seguindo o padrão da pergunta acima.

Ex: They spoke English, but with heavy Spanish accents from their native tongue.

[eles falaram inglês, mas com um sotaque espanhol forte, da língua mãe]

O uso da preposição in é cabível, no entanto, adotamos talk e não speak. Obseve:

Ex: Talk to me in German.

[converse comigo em alemão]

Ex: People used to talk to me in Portuguese when I was new here.

[as pessoas tinham o costume de falar comigo em Português, quando eu era um novato]

Não é impossível, entretanto, que, no âmbito da troca de ideias, você encontre speak in para dar ênfase a algo, como em:

Ex: I speak to her in Korean and she’ll speak to me in English, so we both practice languages that we’re not the best at.

[eu falo com ela em coreano e ela fala comigo em inglês, então nós dois praticamos idiomas os quais não dominamos]

Então, é isso. Ficou com alguma dúvida? Comente abaixo. Estamos à disposição dos nossos leitores – mesmo os que estão apenas de passagem.

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta