O Que Acontecerá Com o Youtube Daqui A Alguns Anos: deixará de existir?

0 102

O Que Acontecerá Com o Youtube Daqui Há Anos? Será que ele será fechado? Qual será o “futuro do Youtube”? Como nada nessa vida é para sempre, me questiono todos os dias se um dia a famosa rede social do Google deixará de existir. E se isso, de fato, acontecer um dia? Estarão todos preparados?

Pode parecer mero devaneio da minha parte propor essa discussão, mas é que , na condição de blogueiro que começou nos tempos em que blogspot estava em alta, preciso compartilhar com os internautas essa questão tormentosa.

Para fins de segurança histórica do conhecimento e do compartilhamento aberto de informações, opto, muitas vezes, por publicar, nesse página, o mesmo conteúdo original que foi publicado no Youtube. Inclusive, há situações em que, diga-se de passagem, escolho postar primeiro nessa página e, na sequência, publico um vídeo correlato na rede social. Quanto mais sensível for o conteúdo (e o que quero dizer com sensível é ‘raridade’), maior será a preferência por postar, antes de mais nada, nessa página. O que quero dizer com isso é que o Youtube poderá ficar para o segundo plano (depois) por questões de falta de tempo.

Pode parecer pura especulação esse meu texto ou um exercício de futurologia. No entanto, a minha intenção é, simplesmente, propor esse debate e fomentar a discussão, uma vez que nada nessa vida é para sempre. Apenas concentrei a minha fala no Youtube, pois ele faz parte dos rendimentos financeiros desse pequeno projeto.

Lembremos, caros leitores, que outros projetos pela internet já foram desativados como Orkut e, mais recentemente, o Google Plus. Eu sei que eles foram descontinuados porque não deram certo (verdade). No entanto, e se o Youtube, em algum momento, não estiver mais dando certo? Nem todos se preocupam com um plano B. Não estou dizendo que esquecem de fazer backup dos seus vídeos postados – não é nada disso. O que estou apontando é o fato de não estarem prontos para tocar a vida de uma outra forma.

Não é novidade para ninguém o fato de muitos youtubers reclamarem das novas políticas do Youtube. Alguns dizem que já não ganham o mesmo dinheiro que já ganharam. Mas e o Google (dono do Youtube)? Você acha que ele também não está ganhando o mesmo dinheiro? Sim, não está – está ganhando cada dia que passa, mais. Muitos esquecem que a empresa Google é uma empresa que visa o lucro. Esqueça a balela do pacto social. O negócio é o King Cash. Assim, se a Google quer lucrar mais, isto é, aumentar as suas margens de lucros por meio dos vídeos, é evidente que ela irá cortar parte dos ganhos daqueles que lhe abastecem com vídeos. Simplesmente.. o que ele faz é repassar um percentual menor aos geradores de conteúdo e a fatia é repartida entre os acionistas da empresa.

Nesse sentido, sugiro que você bombe no Youtube, mas esteja sempre com um plano B em mente, ou ainda, busque elaborar um plano b antes do dia em que tudo o que você conhece vire pó. Até lá você pode ganhar muito dinheiro, mas quando, de repente, for pego de surpresa, não dará mais tempo para manobras. É sempre interessante ir elaborando aos poucos uma segunda via para, caso algo não dê mais certo, você não seja tão fortemente penalizado. Essa minha página, por exemplo, é um plano b. Não tenho um plano C.

De qualquer forma, sou forçado a reconhecer que o Google também tem uma espécie de domínio sobre a minha página – por conta dos anúncios (que rendem o dinheiro) e do tráfego proveniente de pesquisas efetuadas na WEB. Por outro lado, já existem alternativas a essas duas ferramentas e a tendência é que surjam outras , acabando, em parte, com a supremacia desse gigante.

Será que, um dia, o Youtube e o Netflix vão fazer alguma espécie de ação (fusão, mesclagem, compartilhamento de serviços)? Não sei, mas a ótica do meu papo não é essa, mas sim se preparar para o futuro.

Logo, convido você a entrar na discussão e opinar nos comentários: O Que Acontecerá Com o Youtube Daqui A Alguns Anos? Deixe a sua resposta, gosto muito de saber a opinião dos nossos leitores.

Um grande abraço!

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta