Traduções em Inglês que não devem ser feitas ao pé da letra

Existem diversas “traduções em Inglês” que não devem ser feitas ao pé da letra, você sabia? Quantas vezes você já ouviu alguém dizendo que não devemos fazer traduções ao pé da letra porque isso acaba mais nos prejudicando do que ajudando? De fato, a tradução, quando feita de maneira equivocada pode nos comprometer. Nesse texto resolvi destaca palavras. gírias expressões em Inglês que quando traduzidas para o Português (ao pé da letra) não fazem sentido algum. A intenção é simplesmente fazer você perceber como a tradução muitas vezes não nos ajuda, mas simplesmente nos confunde ainda mais.

Antes de falar sobre essas traduções em inglês, eu gostaria de te convidar para conhecer o canal do inglês no teclado no Youtube.  No momento são milhares de pessoas assistindo as nossas aulas de inglês por lá. Essa é uma excelente oportunidade para você aprender inglês online e matar todas as suas dúvidas com a gente. Tem gente do Brasil todo, Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, Canada e muito outros países [clique aqui para conhecê-lo]. Como sempre dizemos por aqui, escolas de inglês e cursos de inglês online são importantes, mas blogs de inglês também.  Você com certeza vai adorá-lo!  😀

Traduções em Inglês que não devem ser feitas ao pé da letra
1. Fire in the hole

Se você traduzir a expressão fire in the hole ao pé da letra, encontrará fogo  no buraco. Fire in the hole é uma expressão comumente usada para alertar que o explosivo será acionado e logo em seguida detonado. Muitos explosivos, quando usados para o desmonte de rochas, são acondicionados em furos feitos por uma máquina chamada perfuratriz. Por isso a palavra hole (buraco = furo) combinada à fogo (acionamento da explosão). Se você estiver se questionando “mas quando não há furo algum eles gritam essa expressão”. É que com o tempo a expressão fire in the hole passou a ser empregada em qualquer contexto envolvendo explosivos, independentemente da presença de de furos feitos no solo. Veja no vídeo abaixo como funciona.

2. I’m having a ball

A tradução ao pé da letra de I’m having a ball é estou tento uma bola. Faz algum sentido? É claro que não, pois se trata de uma expressão idiomática. Nesse caso a palavra ball está associada à ideia de festa, baile, divertimento, exatamente como na música da banda Queen chamada Don’t Stop me Now.

Ex: We had a ball!

[nos divertimos muito!]

Ex: Come one guys, let’s have a ball!

[qual é pessoal, vamos nos divertir!]

3. What the fuck

Assim como muitas expressões com a palavra fuck em Inglês (clique aqui para ler um texto completo em que explicamos como usá-la de diferentes formas) what the fuck não deve ser traduzida ao pé la letra. Se assim fizéssemos obteríamos algo como: “o que de foder”. Faria algum sentido? Nenhum! É que usamos essa expressão para apontar surpresa.

Ex: What the fuck…

[que porra é essa?]

Ex: What the fuck is going on here?

[que diabos está acontecendo aqui?]

4. Asshole

Asshole é um palavrão usado para dizer que alguém é um babaca. Se traduzida ao pé da letra temos: “buraco de bunda” ou “bunda buraco”.

Ex: He’s such an asshole.

[ele é um puta imbecil]

Ex: He called you an asshole!

[ele te chamou de babaca!]

5. Bullshit

Essa tradução quando feita ao pé da letra da letra é certamente uma das mais engraçadas.  😆 Isso porque nos rende algo como touro merda ou merda de touro. Na verdade bullshit é uma gíria em Inglês que significa besteira, besteirol, conversa fiada, conversa para boi dormir.

traduções em inglês
Traduções em Inglês ao pé da letra: bullshit é um exemplo

Existem diversos outros exemplos de palavras e expressões das quais devemos afastar as traduções em inglês ao pé da letra. Confira mais alguns deles:

  • Pain in the ass = “dor na bunda” (significado muito chato mesmo, pé no saco;
  • Kiss my ass = “beije a minha bunda”, é uma provocação. Leia mais a respeito [clicando aqui];
  • Footwear = “pévestir”, é usada para se referir aos calçados;
  • Lifetime = “vidatempo” ou “tempo vida”, é usada para se te referir a duração da vida;

Então é isso. Espero que com essas dicas você tenha entendido as razões de de sermos cautelosos com “traduções em inglês” ou qualquer outra língua. Para continuar aprendendo inglês online, conheça o nosso canal de inglês no Youtube. Essa é uma chance incrível de você melhorar a pronúncia em inglês [clique aqui para conhecê-lo]. No Facebook, sempre avisamos quando há novidades por aqui. Ajuda a gente, é rapidinho!  😉

Curtir Página do Facebook

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta