MODAL VERBS: ‘Be able to’ ; ‘Can’ ; ‘Could’

Neste texto, iremos aprender sobre o verbo modal be able to.

Como podemos notar, este modal é constituído a partir de uma construção com o verbo to be.
O uso do verbo modal em questão está associado a ideia de capacidade. Então, esta é a palavra-chave do artigo de hoje : capacidade.

Antes de você continuar a ler esse artigo, no entanto, sugerimos que você vaja o nosso vídeo abaixo. É muito esclarecedor. Então, dá o play!

Muitas vezes o uso de be able to é confundido com os verbos modais can e could, já que estes também trabalham com a ideia de capacidade, ou até mesmo habilidade, lembram? Não? Então recomendo que leiam artigos anteriores a este que falam sobre can e could. Voltando ao assunto anterior, o fato de possuírem um sentido semelhante nos faz indagar o seguinte:

Como então saber qual deles utilizar e quando especificamente utilizar cada um?

Tudo irá depender do contexto, isto é, para cada situação estaremos fazendo uma escolha.

Vejamos algumas destas situações:
Algumas vezes optamos por utilizar be able to em vez de could para falar sobre habilidade. No entanto, evitamos o uso de be able to quando:

 

estamos falando de algo que ocorre exatamente no momento da nossa fala:

 

Ex: You see Mr. officer? I’m not drunk and I can stand in one leg.

 

– Anteriormente à frases na voz passiva:

 

Ex: Computers can now be fixed easily.

 

– quando o significado for “saber fazer algo”:

 

Ex: Can you play soccer?

 

Quanto a could x be able to, caso venhamos a falar de um feito, uma conquista pessoal, em vez de uma habilidade qualquer no passado, geralmente utilizamos be able to do que could. Veja:

 

Ex: Maria could play soccer quite well (uma habilidade..)

 

Ex: She fought bravely and was able to beat her opponent.
(e não She fought bravely and could beat her opponent…)

 

Todavia, could geralmente soa mais natural:
– em frases negativas

 

I tried to lift my arm but I couldn’t do it.

 

(e não I wasn’t able to do it…)

 

– com verbos que expressam os sentidos –  feel, hear, see, smell, taste – e verbos relacionados ao raciocínio –  believe, decide, remember, understand. Dentre outros.

 

Ex: I could remember her screaming, but nothing after that.

 

 

( e não I was able to remember…)

 

– Para sugerir que algo quase não aconteceu, com palavras do tipo almost, hardly, just, nearly..

 

Ex: I could nearly hear mom screaming.

 

Quanto a could x can

Caso venhamos a falar quanto a uma possibilidade teórica de algo ocorrer, usamos could e não can. No entanto essa regra muda, e passamos a utilizar can e não could para dizer que isto de fato ocorre.

Compare:

Ex: It could be expensive to keep a dog (se tivessemos um, poderia ou talvez pode não ser caro)

Ex: It can be expensive to keep a cat (pode ser caro, e as vezes é de fato)

Além disso, usamos can’t e não couldn’t para dizer que algo é teoricamente ou realmente impossível:

Ex: There can’t be many people in the world who haven’t watched television.

Ex: The doctor can’t see you this morning, he’s busy at the hospital.

E por final, podemos utilizar can para indicar que há uma possibilidade real de um evento no futuro ocorrer. Ao utilizarmos could isto sugere que algo tem menos chances de ocorrer ou que há dúvidas de que possa realmente vir a se concretizar. Compare:

Ex: We can stay with Martha in Ontario.

Ex: We could stay with Marth in Ontario.

Então é isso. Se você gostou dessa explicação, conheça o nosso canal  de inglês no Youtube. Essa é uma ótima oportunidade para você aprender inglês online e esclarecer todas as suas dúvidas com a gente.  No Facebook, sempre avisamos quando há novidades por aqui. Ajuda a gente, é rapidinho!  😉

 Curtir página do Facebook

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta