Verbo auxiliar em Inglês: quando não usar verbo auxiliar em Inglês

A gente ouve tanto falar da importância de um verbo auxiliar em Inglês e inclusive de estruturas gramaticais que determinam como empregar verbos auxiliares. Mas há sempre uma dúvida que ronda principalmente quem está começando a estudar Inglês: quando usar verbo auxiliar em Inglês?

Ou seja, em se tratando de perguntas em Inglês, quando usar e quando não usar verbos auxiliares em Inglês é simplesmente uma incerteza que persegue muita gente. Mate essa incerteza!

Antes disso, no entanto, gostaríamos de te convidar para conhecer o nosso canal oficial no Youtube. Atualmente são milhares de pessoas nos acompanhando por lá. Tem gente do Brasil todo, Estados Unidos, Inglaterra, Austrália, Canadá e muito mais! São vídeos gratuitos para quem quer aprender inglês de graça. Turbine o seu inglês com a nossa ajuda gratuita [clique aqui para conhecer].

Uma regrinha básica que podemos usar para descobrir se devemos ou não usar verbos auxiliares em perguntas é avaliar se podemos responder a pergunta com sim ou não. Como assim? Veja as duas perguntas abaixo.

Ex: Do you speak English?

Ex: Who killed Jack?

Para a primeira pergunta repare que o pré-requisito exigido para empregarmos o uso de verbo auxiliar em perguntas está cumprido. Isso porque, para essa pergunta, a ideia é justamente obter respostas do tipo sim ou não. Você fala Inglês?

→ Então, OK! Está validado o uso de verbos auxiliares e a pergunta pede isso.

Já na segunda pergunta, em uma tradução direta: quem matou Jack? Fica totalmente impedido o uso de respostas do tipo sim ou não.

Ex: John: Who killed Jack? Mary: Yes.

A resposta simplesmente estaria em total descompasso ao que foi perguntado. Por isso não fazemos o uso de verbo auxiliar nesse tipo de pergunta. A pessoa que fez a pergunta quer saber quem matou Jack, ela quer um nome, por isso foi usado who. A pergunta está focada no sujeito (assassino) da ação.

Outros posts que sugerimos a leitura:

 

Outra caso em que não usamos verbo auxiliar em Inglês

Se você se apegar a regra de que não combinamos verbos auxiliares de maneira encadeada, ou seja, estamos proibidos de usar um verbo auxiliar e em seguida outro verbo auxiliar colado ao primeiro verbo auxiliar, fica mais fácil entender o que vou dizer nas próximas linhas.

Um contexto diferente do que mencionamos acima em que usamos verbo auxiliar em Inglês é quando usamos o verbo to be em perguntas. É meio contraditório dizer isso porque quando usamos o verbo to be em perguntas enxergamos o verbo to be como um auxiliar, isto é, o próprio verbo to be atua como um auxiliar. Veja as perguntas abaixo:

 Ex: Are you crazy?

Ex: Is she tired?

Ex: Are you home?

Ex: Are they in Rio de Janeiro?

Essas são perguntas que pedem o uso de respostas como yes/no.

Ex: Mary: Are you in Belo Horizonte? Jack: Yes, I am in Belo Horizonte.

Sabe aquela questão que comentei sobre não usar verbo auxiliar em uma pergunta? Veja alguns exemplos:

  • Would you mind?
  • Can you repeat that, please?

Partindo do pressuposto de que modal verbs (classificação de can e would)  também são auxiliares, apesar de não possuírem sentido neutro (exercendo a função de verbos auxiliares como do, did e have) aniquilamos a possibilidade de construir frases como:

  • Will would you mind?
  • Do can you repeat that, please?

Ou seja, estamos proibidos de combinar verbos modais com auxiliares e vice versa. Nenhum verbo auxiliar deve ser combinado com outro. 

Então a explicação sobre quando usar verbos auxiliares em inglês e quando não usar verbos auxiliares em Inglês é basicamente essa.  Para ficar por dentro de mais dicas de inglês, conheça o nosso canal oficial no Youtube. São dezenas de vídeos gratuitos para todos os níveis. Essa é uma ótima chance de você aprimorar a sua pronúncia e escuta com a nossa ajuda [clique aqui para conhecer].  Se você gostou desse post e quer aprender muito mais com o blog Inglês no Teclado. Curta a nossa página oficial no Facebook! É rapidinho e não custa nada!  😉

 Curtir página do Facebook

Download PDF

ARTIGOS SEMELHANTES

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta