Charge De Inglês Com Gabarito (Aborto)

Olá pessoal, como vocês já devem ter percebido, somos apaixonados por charges de inglês. Tanto é assim que temos um local aqui na página feito para tratar apenas desse assunto. Dessa forma, o novo tema de hoje é o ‘aborto’. Assim, trazemos uma charge de inglês com gabarito e interpretação com o intuito de manter a nossa política de ensino baseada nessa poderosa ferramenta de estudo.

Se ao final desse texto você ficar com alguma dúvida, é só perguntar nos comentários. Caso você decida utilizar esse material ou parte dele, por favor não esqueça de citar a fonte / referência inglês no teclado. Vamos ao que interessa?

Charge De Inglês Com Gabarito

O tema aborto tem sido muito debatido em diversos países. Grupos favoráveis à prática têm defendido que o corpo de uma mulher só a ela pertence e que, portanto, cabe somente à mulher decidir se deseja ou não fazer o aborto. Feministas argumentam que a imposição da sociedade sobre a mulher, em relação ao seu corpo, remonta à escravatura.  Por outro lado, grupos contrários a essa medida classificam o ato como um acinte à vida e que a teoria do domínio absoluto e único sobre o corpo é de uma mesquinharia tamanha.

Observe a charge abaixo e, na sequência,  responda as questões.

 

Charge sobre aborto

1 – Maque a alternativa correta. 

a) A mulher, em sua fala, utilizou a primeira condicional.

b) O fragmento if you want to stop abortions poderá ser substituído por if you want stopping abortions.

c) O fragmento don’t tell me poderia ser substituído por do not tell me para inserir ênfase na fala.

d) A palavra maybe poderá ser substituída por may be.

2 –  Maque a alternativa correta. 

a) O fragmento you should consider é usado em tom de consequência impositiva.

b) Na charge acima, o verbo consider é usado para sugerir cogitação.

c) Na charge acima, o verbo modal should é utilizado com o tom de proibição.

d) O fragmento want to não poderia ser substituído por wanna.

3 – Marque a alternativa correta

a) O homem se mostrou receptivo à colocação da mulher.

b) O homem é contrário à prática do aborto.

c) A vasectomia é uma opção que passou a ser cogitada pelo homem.

d) O homem é indiferente à prática do aborto.

4 – Marque a alternativa incorreta:

a)  O homem se demonstrou contrário à sugestão da mulher, visto que ele já fez vasectomia.

b) A mulher sugeriu uma alternativa ao aborto.

c) De certa forma, ambos os personagens possuem pontos de vistas semelhantes.

d) Ao homem valer-se de um argumento utilizado pelos grupos favoráveis ao aborto, a charge revela uma contradição.

GABARITO

1 – O tópico condicionais foi tratado [nesse artigo]. Se trata da condicional zero. Assim, a alternativa ‘a’ está incorreta. A alternativa ‘b’ está incorreta, visto que nem todos os verbos do inglês aceitam ora infinitivo ora gerúndio. O verbo want pede o infinitivo. Confira a explicação completa [nesse artigo, clique]. A alternativa ‘c’ está correta. Como explicado diversas vezes aqui na página, o uso separado do verbo auxiliar do à palavra not tem por fim a ênfase da proibição / censura. A alternativa ‘d’ está incorreta, pois maybe aqui vincula o sentido de ‘talvez’ e não significa o mesmo que ‘may be’. Aprenda sobre o verbo modal may [clicando aqui]. Resposta: C.

2 – A alternativa ‘a’ está incorreta, pois  fragmento citado é usado em tom recomendativo. A alternativa ‘b’ está correta. O verbo consider, no caso em específico, é usado para sugerir que o homem cogite a vasectomia como alternativa ao aborto. Aprenda mais sobre esse verbo [clicando aqui]. Na charge acima, o verbo modal should é usado com o tom de sugestão [como aprendemos aqui, clique]. Logo, a alternativa ‘c’ está errada. A alternativa ‘d’ também não procede, pois podemos substituir want to por wanna (espécie de redução vocálica), conforme aprendemos [nessa dica, clique]. Resposta: B.

3 – Diferentemente do que foi sugerido na alternativa ‘a’, o homem não se mostrou receptivo à colocação da mulher. Tanto é assim que a entendeu como ultrajante ao repreendê-la em sua fala. Logo, a alternativa ‘a’ está incorreta. A letra ‘b’, por sua vez, está correta. A partir da sugestão da mulher podemos inferir que ele pertence ao grupo de pessoas que deseja cessar o aborto. Dessa forma, ela o sugeriu uma outra opção. A alternativa ‘c’ está incorreta. O homem se sentiu ofendido com a recomendação da mulher ao dizer que ela não deve ditar o que ele deve fazer com o corpo dele. A letra ‘d’ está incorreta, pois ele não é indiferente à prática do aborto, ele é contrário ao aborto – o que pode-se deduzir da fala da mulher, que o inclui em um grupo indeterminado de pessoas que desejam conter o aborto (stop abortion). Resposta: B. 

4 –  O homem se demonstrou contrário à sugestão da mulher, mão não podemos inferir que ele já fez vasectomia. Não há nada na charge que ateste essa alegação. Logo, a alternativa ‘a’ está incorreta. A alternativa ‘b’ está correta, a vasectomia foi uma opção vislumbrada pela personagem. A alternativa ‘c’ está correta, pois em que pese a antítese de entendimentos representada pelo homem e pela mulher na charge, o homem lançou mão de um argumento comumente utilizado por grupos favoráveis à prática do aborto (ninguém pode ou deve ditar o que faço com o meu corpo). Da mesma forma, a alternativa ‘d’ está em sintonia o que acabou de ser dito, o homem escolheu uma justificativa que está em sintonia ao que o grupo pró-aborto defende – dessa feita, a alternativa ‘d’ está correta. Resposta: A.

Caso você tenha ficado com alguma dúvida sobre o exercício acima, comente. Teremos o maior prazer em responder os nossos leitores.  😉

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta