Como Praticar o Listening – Dicas geniais!

Quando falamos sobre como praticar o listening, é muito comum recebermos dicas do tipo assista a filmes, pois é uma tática infalível para melhorar o  listening e, com o tempo, você estará apto a entender um monte de coisas com facilidade e precisão.  Só que, na minha opinião, dar uma dica e simplesmente dar, isto é, não detalhar como um determinado procedimento deve ser feito, é dar margem para que ele não surta qualquer efeito positivo.

Pelo contrário, cria-se uma verdadeira sensação de frustração seguida da rápida desistência acompanhada de enorme desgosto do tipo “sou incapaz”. Além é claro, de favorecer a estigmatização absurda de que a sugestão de ver filmes para treinar o listening em Inglês é conversa para boi dormir.

Veja abaixo a minha sugestão sobre como praticar o listening da forma correta.

Como Praticar o Listening – Dicas geniais!

A dica de assistir a filmes para aprimorar o listening não é um engodo. Porém, você deve ter em mente que apenas a repetição consistente e bem feita leva à perfeição. É  simplesmente um processo idêntico ao resultado que se espera da academia ou da aprovação em um concurso muito concorrido. Nada é de graça. Entretanto, o alento nesse caso é que iremos fazer de um hobby um exercício cognitivo (se você não gosta de assistir a filmes, então temos aí um novo problema).

Veja abaixo sugestões para você ficar super ligado(a):

1. Saber escolher o filme certo para começar

O primeiro passo para se ter sucesso nessa empreitada é escolher o filme adequado para iniciar a prática. Mas o que significa adequado? O filme que eu mais gosto, já assisti a um zilhão de vezes e sei inclusive a fala dos personagens de cor e salteado? Depende, se nesse filme é possível constatar baixa presença de personagens estrangeiros (com forte sotaque ou pronuncia indesejável) e pouca ou nenhuma incidência de elementos muito complexos, pode ser uma boa.

Porém, a minha sugestão é começar com desenhos animados como, por exemplo, o Rei Leão.

Filmes que tratam do presente mas relatam sobre acontecimentos do passado e possivelmente do futuro, são excelentes para praticar o listening no tocante a diferenciação dos tempos verbais já que contém falas do tipo “você fez isso, você fará tal coisa,  faça  assim assado”.

Você também pode escolher um filme recém-lançado que aborde temas reais e não muito complexos, ou seja, algo mais habitual como divórcio, primeiro amor e término de relacionamento, conflitos familiares, uso de drogas e/ou álcool.

Geralmente, gêneros do tipo acima prendem a nossa atenção e tratam de coisas do dia-a-dia, o que não enseja em muita interpretação, tornando a prática mais suave.

2. Repetir a fala dos personagens , mas sem pausar ou realizar qualquer tipo de anotação.

Repetir o que foi dito por um personagem é um costume que sempre tive desde pequeno. É engraçado, pois isso se tornou um hábito em nossa família quando acostumávamos a assistir filmes juntos. Naturalmente, um ou outro membro da nossa família reproduzia alguma expressão dita em filmes (antes desconhecida por ele) e não porque isso era parte de um  método de ensino pré-estabelecido, mas simplesmente porque, como dito, se tornou um hábito. Sabe aquela história que muitas pessoas contam “impressionante, acabei de ouvir uma expressão e desde então parece que ela me persegue” ? É que na verdade você não sabia o seu real sentido ou achava que sabia. Repetir uma palavra ou expressão é a melhor forma de por as habilidades da fala e da escuta em concatenação, além de estimular a memorização – o que fatalmente beneficia o seu listening de sobremaneira. Por mais que você não tenha captado a pronúncia corretamente, repetir o que foi parcialmente entendido é totalmente válido.

3.  Associar o aprendizado de uma expressão ou vocabulário ao filme assistido 

É incrível, mas, ao menos para mim, a técnica de lembrar onde exatamente aprendi determinada palavra ou expressão “nova” sempre deu certo no sentido de fortalecer o processo de memorização. Você deve estar se perguntando o que isso tem a ver com o listening? Saiba que quanto mais extenso é o seu vocabulário, mais chance você tem de compreender o que está sendo dito. De fato, trata-de se uma verdade óbvia, pois se você desconhece uma palavra ou expressão o contexto pode  auxiliá-lo, porém você corre o risco de ainda assim não desvendar algum enigma por completo.

4. Mesclar Filmes de épocas diferentes

A língua inglesa, como qualquer outra, muda ao longo dos anos, mas acima disso, consagra collocations que, aparentemente, nunca deixarão de existir. Assim, sempre sugiro aos estudantes da língua inglesa que diversifiquem o portfólio cinematográfico.

como melhorar o listening
Como praticar o listening – Misture filmes de épocas diferentes

5. Configurar legendas em Inglês

Uma tática que me ajudou muito sobre como praticar o listening foi acostumar a ver filmes com legenda em Inglês. Como movimentos peristálticos do nosso sistema digestivo, é super importante trabalhar o involuntário no tocante à neurolinguística. Trocando em miúdos, você lê a legenda em Ingês mesmo que o áudio esteja configurado para Inglês. A ideia aqui é dar suporte a sua escuta até que, atingido certo ponto, não seja mais necessário o uso de legendas. Costumo comparar esse treino do listening aos primeiro dias quando andamos de bicicleta. Quando criança, caí muito de bicicleta até conseguir me equilibrar sozinho sem a ajuda da minha mãe segurando pelo banco da magrela me dando suporte. Lembro de um dia em que (como sempre tagarela) fiz uma pergunta a ela e não obtive resposta. Perguntei novamente e nada de resposta. Olhei para trás avistei minha mãe longe, ou seja estava me equilibrando sozinho. Caí na hora. Bom, ao menos foram alguns segundos de alegria e coragem.

6 Assistir ao filme mais de uma vez

Pode ser puro tédio a ideia de assistir ao mesmo filme mais de uma vez. Mas para quem quer muito melhorar o listening recomendo que não escolha um filme muito grande para começar. Aqui o objetivo é não fazer com que a prática passe a significar algo chato e desprazeroso.

Essas são 6 dicas que me ajudaram muito para melhorar o listening e acredito que podem lhe ajudar bastante também.

Deixe a sua opinião abaixo comentando se essa prática funcionou para você, faça a sua pergunta ou deixe dicas para que possamos discutir formas de praticar o listening!

Gostou desse post? Compartilhe e nos ajude a divulgar o nosso trabalho! 🙂

Download PDF

Comentários

3 COMENTÁRIOS

    • A maioria das pessoas quando aprende uma palavra nova simplesmente recorre ao dicionário ou, já sabendo o significado, estudantes se dão por satisfeitos, achando que o cérebro irá absorver aquele novo termo eternamente. A diferença entre quem possui um vocabulário amplo e quem possui poucas palavras para uso é porque não soube usar alguma técnica específica (macete) para memorizá-las. A forma que uso é associando onde aprendi aquela palavra. Se eu estava no cinema assistindo a um filme, irei sempre me lembrar daquele filme e da palavra nova que aprendi. Se foi de um gringo grosseiro que me tratou mal, me lembrarei como aprendi aquela palavra. Se você lembrar dessa palavra três dias depois ao aprendizado, as chances de você realmente ter a encaixado no seu portfólio definitivo (vocabulário) são imensas.

Deixe uma resposta