Verbo Auxiliar no Final da Frase (Do, Does, Will, Did, Can)

Hi there! No artigo de hoje vamos aprender a como usar verbo auxiliar no final da frase. Na verdade, não apenas verbos auxiliares, mas também como usar verbo modal no final da frase. Você sabe usar does no final da frase? Sabe usar can no final da frase? Sabe usar will no final da frase? Pois é. Com esse artigo vamos tentar explicar da melhor forma possível porque é possível usarmos um verbo auxiliar ou verbo modal no final de uma frase em inglês. Já falamos sobre o uso do verbo to be no final da frase [clique aqui para aprender].

Antes disso, no entanto, gostaríamos de te convidar para conhecer o canal do Inglês no Teclado no Youtube. Atualmente são milhares de pessoas nos seguindo por lá. Tem gente do Brasil todo, Estados Unidos, Inglaterra, Austrália e muito mais [clique aqui para conhecer].

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o que são verbos auxiliares, o que são verbos morais e como usá-los recomendamos que você leia [esse artigo, clique].

Agora, mãos à obra, não esquece de deixar o seu comentário ao final desse texto.

Verbo Auxiliar no Final da Frase

O padrão verbo auxiliar no final da frase é muito comum e ocorre, principalmente, quando a intenção é demonstrar contraste ou contraposição de ideias. Vamos marcar os verbos principais das frases dos exemplo em marrom Observe abaixo:

Ex: Bob can’t speak English, but Sheila can.

Em Português costumamos dizer “eu falo inglês”, “ela fala inglês”, “eles falam inglês” e por aí vai. A gente não tem o costume de dizer “eu posso falar inglês”. Também existe a opção “eu sei falar inglês”. Na língua inglesa, no entanto, usamos o verbo modal can para expressar uma habilidade – como a de falar uma língua. A gente já tratou sobre isso [nesse vídeo, clique]. De qualquer forma, partindo da ideia de que você compreende o uso geral de can para habilidades, foi dito no exemplo acima que Bob não sabe falar inglês, mas Sheila sim. Esse uso em que contrapomos a forma afirmativa e negativa de verbos modais ou auxiliares executa uma função equivalente da nossa língua: “eu tenho dinheiro, mas ele não” ou “eu não sei falar espanhol, mas Pedro sabe”. Mais alguns exemplos:

  • Eu não o conheço, mas Ricardo sim.
  • Não gosto de maçã, mas minha mãe sim.
  • Gosto dela, mas meu pai não.
  • Não converso com o João, já a minha mãe…

Para construir frases desse tipo, geralmente, tomamos por base o uso do verbo modal ou verbo auxiliar o qual tem a ver com o tempo verbal em questão. É que na nossa língua esse uso de verbos auxiliares não ocorre, mas na língua inglesa sim.

Por exemplo, em frases no presente simples sabemos que podemos usar os verbos auxiliares do ou does sejam elas frases na negativa ou perguntas. Entretanto, esse padrão do uso de verbos auxiliares no final da frase também habilita que os usemos para indicar oposição – exatamente como vimos acima.

Ex: I don’t particuarly care for travel, but my wife does.

[eu, particularmente, não me importo com viagens, mas a minha esposa sim]

Ex: My broher doesn’t like chocolate, but I do.

[meu irmão não gosta de chocolate, mas eu sim] 

Entendeu como dizer “mas eu sim” ou “mas eu não” em inglês? É um padrão gramatical diferente, mas o sentido geral é esse.

Uma matéria de um jornal americano diz que Donald Trump (candidato à presidência dos Estados Unidos) não faz acordos para terminar processos, à não ser (exceto) quando a iniciativa parte dele mesmo. Observe como foi escrita a manchete:

Ex: Donald Trump Doesn’t Settle Lawsuits. Except When He Does.

Entenda que para você captar o sentido da frase na qual o verbo auxiliar ou verbo modal ocorre ao final, deverá focar a sua atenção na ideia principal que costuma estar presente na primeira frase do discurso.

Ex: We have a good reason to complain about the problem, but they don’t.

[temos uma boa razão para reclamar do problema, mas eles não] 

Ex: I wen’t to the party, but Bob didn’t.

[fui na festa, mas Bob não]

Repare que essa questão do verbo auxiliar está ligada ao respectivo tempo verbal. Logo, é fundamental você dominar o uso de verbos auxiliares. Ter conhecimento, por exemplo, das informações abaixo a partir do estudo de verbos auxiliares e verbos modais é fundamental.

  • Usamos Doe e Does em frases na negativa e para perguntas do presente simples;
  • Usamos Did em frases na negativa e para perguntas do passado simples;
  • Usamos verbos modais para frases na afirmativa, negativa ou perguntas;
  • Usamos verbos auxiliares e verbos modais para revelar contrapontos (caso desse texto).

É muito comum ouvirmos em inglês:

Ex: Jack: I won’t clean the tables. Bob: But you have to [clean the tables]

Esse have to no final da frase pode soar estranho aos ouvidos de incautos. É que estamos acostumados a dizer coisas como:

Ex: You have to clean the tables.

Ou seja, especificamos exatamente o que é que a pessoa tem que fazer (clean the tables = limpar as mesas).

Quando Jack disse que ele não limpará as mesas, Bob respondeu indicando que Jack deve limpá-las, mas não foi preciso mencionar o restante [clean the tables], pois subentende-se que só pode ser isso, já que ambos os personagens estão discutindo sobre um mesmo dilema (limpar ou não as mesas).

Há evidentemente outros contextos em que verbos auxiliares como can, would, should, must bem como verbos auxiliares (did, does, will e etc) podem aparecer no final da frase em inglês e não envolvem contraposição de ideias. Acredito, todavia, que a visão a qual adotamos nesse texto é capaz de lhe esclarecer o sentido geral o qual poderá ser empregado em outros contextos não citados aqui. Ou seja, é possível aplicá-la para outras situações.

Então é isso. Caso você ainda tenha alguma dúvida, deixe o seu comentário abaixo. A gente faz questão de responder todos os nossos leitores. Para receber mais dicas de inglês, conheça o nosso canal oficial no Youtube. Como já explicamos, essa é uma ótima oportunidade para você continuar a aprender inglês online com a nossa ajuda. No Facebook, sempre avisamos quando há novidades por aqui. Ajuda a gente, é rapidinho!  😉

 Curtir página do Facebook

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta