WOULD: uso que não te contaram (até agora)

Aqui no blog Inglês no Teclado, você pode encontrar diversos posts em que falamos sobre como usar would, frases com would e exemplos com would. À título de exemplo, recentemente postamos um texto super interessante com explicação sobre would chamado  Would always: como usar e exemplos.

WOULD: uso que não te contaram (até agora)

Digamos, por exemplo, que o seu irmão brigou com a namorada dele, pois está fortemente desconfiado que ela o traiu. Você tenta de todas as formas conversar com ele, mas ele simplesmente não lhe dá ouvidos, isto é, ele se nega a escutar o que você tem a dizer.

A namorada do seu irmão, então, o liga para saber se você conseguiu conversar com o “cabeça dura”. Você quer dizer para a namorada do seu irmão (que não fala Português, mas apenas Inglês) que o teimoso do seu irmão simplesmente não quis papo, não quis nem mesmo ouvir o que você tinha a dizer.

Adivinha que tipo de composição é comumente usada nesses casos? Acertou: would. Você diz a ela o seguinte:

Ex: Sorry, but my brother wouldn’t listen to me.

Inicialmente, pode soar estranho, já que, geralmente, associamos o uso de would em frases como:

Ex: I would never kill someone.

[eu nunca mataria alguém]

Ex: What would you do if you lost your job?

[ o que você faria se perdesse o seu emprego?]

Não é mesmo? É que essa forma de usar would é muito comum quando a intenção é relatar a resistência de alguém a fazer algo, ou seja, quando é muito pouco provável que alguém vá fazer algo e queremos mencionar essa baixa probabilidade devido a forte recusa, podemos usar would.

Vamos imaginar dois irmãos – duas crianças pequenas. A menina está irritada porque o irmão pegou a sua boneca e ele não quer devolvê-la de jeito nenhum. Na nossa língua, a criança diria: mãe, o Peter não quer devolver a minha boneca. Já na língua inglesa, ela diria: Mom,  Peter won’t give me back my doll.

Repare que na nossa língua a criança faz uso do presente: não quer devolver, ao passo que em Inglês, ela diz won’t, isto é, faz uso do futuro simples. Ao usar will na forma negativa (won’t), ela prevê que o irmão não irá fazer o que ela gostaria que ele fizesse: devolvesse a sua boneca.  Ou seja, prevê que a devolução não irá ocorrer.

Esses são aspectos singelos, porém importantes. Isso porque estamos nos referindo a uma recusa “nesse momento”. Já quando empregamos would no lugar de will (exemplo do casal de namorados brigados), a pessoa está se referindo a uma ocorrência do passado – com o o namorado se recusando a ouvir o que alguém tinha a dizer – ele relatou o que no passado ocorreria – o seu irmão não o escutaria de jeito nenhum.

Veja mais alguns exemplos:

Ex: They wouldn’t listen to us.

Ex: The emergency dispather wouldn’t talk to me in Spanish.

Gostou desse post? Então siga a nossa página no Facebook para não perder mais nada!

Curtir Página do Facebook

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta