Omissão de verbos auxiliares e afins

É evidente a dificuldade de muitas pessoas em fazer uso dos verbos auxiliares da Língua Inglesa.

Na maioria das vezes, por mais singelas que sejam as diferenças entre o Inglês e Português,
noto que o uso dos verbos auxiliares é frequentemente visto por estudantes (em especial brasileiros) como uma experiência estranha e um tanto quanto traumática – talvez fruto de um trabalho não tão bem feito que acarretou em certas lacunas.

A despeito desta dificuldade ou até mesmo da escolha consciente em optar por não utilizá-lo, no artigo de hoje resolvi escrever sobre um assunto meio que paradoxal : o não uso ou como gosto de dizer a omissão de verbos auxiliares.

Todos sabemos (não sabe? Volte ao textos anteriores) que os verbos auxiliares possuem em sua essência, dentre outras funções, a atribuição de indicar o tempo verbal de uma frase. Tanto é assim que, como vimos, para cada tempo verbal existe um ou até mesmo dois verbos auxiliares correspondentes.

 

Outros artigos que também sugerimos a leitura:

 

 

Acontece que, não muito raro, pessoas, principalmente nativos da língua inglesa, negligenciam o uso dos verbos auxiliares de forma natural e consciente.

Digamos que um de seus amigos ingleses está indo para uma festa e ele quer saber se você vai se juntar ao grupo dele. Ele pergunta:

Ex: you coming with us?

Embora soe pendente a frase do seu amigo, certamente podemos interpretá-la como :

Are you coming with us?

Isto é, “você vem com a gente?”

Um outro exemplo de omissão, um pouco mais extensa:

Ex: Sure you don’t wanna go for a walk?

Are you sure you don’t wanna go for a walk?

Agora, digamos que fazendo um passeio por um um local qualquer e resolve entrar em uma loja de guloseimas e muito chocolate.

De repente, o vendedor te faz uma pergunta:

Ex: you like chocolate?

É fato. O que o vendedor perguntou foi:

Do you like chocolate?

Mudando de cenário, image agora que você encontra com um amigo na escola ou no trabalho e ele te faz a seguinte pergunta:

Ex: you went to Bob’s party?

Este é um exemplo que gosto bastante. Primeiro porque muitos adoram esse tipo de construção que pelo fato de ser bem semelhante às contruções que fazemos em nossa Língua, pessoas tendem a “esquecer” que o verbo auxiliar Did existe.

Segundo, pois indica, indiretamente, como é fácil aprender a língua inglesa, evidenciando que não há tanta diferença assim entre os idiomas.

A pergunta acima significa: Você foi na festa do Bob?

went é a forma no passado do verbo to go ( ir ).

Neste caso, o que ocorre é que como se trata de uma contrução no passado simples, o “correto” seria optarmos pelo uso do verbo auxiliar do passado simples Did.  Então, a pergunta ficaria:

Did you go to Bob’s party?

No entanto, como optou-se por omitir o verbo auxiliar Did o verbo na pergunta foi “jogado” para o passado, ou seja, substituiu-se go por went. Indicando assim, que se trata de algo no passado.

Compare:

you went to Bob’s party? – Você foi na festa do Bob? – Did you go to Bob’s party?

Para finalizar, vou mencionar um exemplo clássico para esse tipo de omissão.

Digamos que você esteja preocupado (a) com alguém e, portanto, nada mais natural do que perguntar:

Are you OK? ou até mesmo Are you all right?

Basta notar em filmes, por exemplo, que geralmente as falas dos personagens são muito mais simples, e o que se houve, na verdade é:

you OK?

you all right?

 

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta