Dont’ com HE, SHE e IT em InglĂȘs

Nesse novo artigo do blog InglĂȘs no Teclado vamos falar sobre Dont’ com HE, SHE e IT em InglĂȘs.  É isso mesmo! Vamos falar da possibilidade em combinarmos o verbo auxiliar DO do presente simples na sua forma negativa, isto Ă©, don’t, com os pronomes pessoais HE, SHE e IT. Antes disso, no entanto, gostarĂ­amos de te convidar para se inscrever canal oficial do blog InglĂȘs no Teclado no Youtube. SĂŁo milhares de pessoas nos seguindo por lĂĄ e elas contam com a nossa ajuda diariamente para melhorar a pronĂșncia e a escuta em inglĂȘs. Tem gente do mundo todo: Brasil, Portugal, Estados Unidos, AustrĂĄlia e muito mais [clique aqui para conhecer]. Essa Ă© uma oportunidade Ășnica de vocĂȘ aprender inglĂȘs de graça e com uma equipe nota mil!

Agora vamos voltar a falar sobre o tema principal desse texto, ou seja,  Dont’ com HE, SHE e IT em InglĂȘs. Nas primeiras aulas de inglĂȘs aprendemos a usar os verbos auxiliares do e does – verbos obrigatĂłrios do tempo verbal presente simples. Se vocĂȘ nĂŁo estiver lembrado de como usĂĄ-los corretamente em inglĂȘs [clique aqui]. VocĂȘ tambĂ©m pode ver o vĂ­deo abaixo para ficar por dentro. DĂĄ play!

De qualquer forma, uma regra bĂĄsica diz que para escolher entre do e does, devemos recorrer a dois grandes grupos de pronomes pessoais em inglĂȘs.

USAMOS DO PARA:
  • YOU
  • THEY
  • WE
USAMOS DOES PARA:
  • HE
  • SHE
  • IT

Assim, vocĂȘ pode usar os verbos auxiliares do e does para montar perguntas e frases na negativa:

DICA RÁPIDA  TEMPOS VERBAIS em InglĂȘs de uma forma que vocĂȘ nĂŁo viu

Ex: Do You speak English?

[vocĂȘ fala inglĂȘs?]

Ex: Daniel doesn’t like chocolate.

[Daniel nĂŁo gosta de chocolate]

Ex: You don’t know the answer.

[vocĂȘ nĂŁo sabe a resposta]

Perceba que, caso vocĂȘ fique na dĂșvida se deve usar do ou does, basta olhar, por exemplo, para o sujeito da frase e tentar substituĂ­-lo por um dos pronomes que apresentamos. Assim, descobrindo o pronome correspondente vocĂȘ revela qual o verbo auxiliar a ser usado. Isso porque pode se basear na indicação que fizemos acerca  dos grupos de pronomes e os verbos auxiliares acima.

Pensando assim, facilmente constatarĂ­amos que ciar uma frase do tipo:

Ex: She don’t want to dance.

[ela não quer dançar]

Estaria, ao menos do ponto de vista gramatical, incorreta. Vamos agora falar sobre Dont’ com HE, SHE e IT em InglĂȘs.  O que ocorre nesse caso Ă© que, em se tratando do inglĂȘs informal, Ă© muito comum ouvirmos pessoas (e inclusive nativos da lĂ­ngua inglesa) dizendo coisas como o que foi indicado no exemplo.

Alguns estudiosos da lĂ­ngua inglesa dizem que esse formato estĂĄ muito presente em cançÔes por uma questĂŁo de musicalidade ou estilismo. O mĂșsico quer “soar diferente”. Logo, encontramos diversas mĂșsicas em inglĂȘs com esse padrĂŁo como, por exemplo:

A minha teoria é que esse uso, apesar de gramaticalmente conteståvel, se faz presente quando se quer deixar clara a presença de partícula negativa que não raro expressa negação de modo geral.

DICA RÁPIDA  Erros bĂĄsicos em InglĂȘs que inclusive nativos cometem

Vamos pensar o seguinte. HĂĄ um show de uma banda e uma fĂŁ tenta entrar nesse show (que Ă© particular) de qualquer jeito. O empresĂĄrio da banda percebendo que a mulher começa a fazer um furdunço na entrada do local da festa onde ocorre o show, dĂĄ um jeito de despachar a criatura inconveniente e, em paralelo, dĂĄ o seguinte recado ao segurança da festa: make sure that bitch don’t come back.  Que Ă© algo como: faça de tudo para que essa vaca nĂŁo volte.  Vamos agora ver esse exemplo atravĂ©s do vĂ­deo abaixo [intervalo 0:52 -0:54].

Advertisement

Na minha opiniĂŁo, quando falantes da lĂ­ngua inglesa querem deixar expresso o sentido de “nĂŁo” em inglĂȘs, optam por usar don’t de maneira indiscriminada, por dois simples motivos. O primeiro Ă© o simples fato de que don’t expressa a opiniĂŁo do orador e nĂŁo a do personagem em si. Quando vocĂȘ diz: I don’t like it (eu ĂŁo gosto disso), estĂĄ claro que ao usar don’t vocĂȘ indica a sua vontade, a sua interpretação, justamente como ocorreu no Ășltimo exemplo que acabamos de ver.

Ele dĂĄ um comando para o segurança substituindo a forma preferĂ­vel make sure that bitch doesn’t come back (doesn’t fazendo referĂȘncia a bitch = vaca = ela = she) por make sure that bitch don’t come back.

É como se embutisse a ideia “I don’t want that bitch to come back” (nĂŁo quero que essa vaca volte). Ou seja insere o seu sentimento ou percepção na frase “make sure that bitch don’t come back”.

DICA RÁPIDA  ExercĂ­cios de Passive Voice Em InglĂȘs (Com Respostas)

Ao optar pela forma incorreta, ele deixa claro que se trata de uma ordem. Muitas pessoas se perguntam se esse uso se trata de algo relacionado ao inglĂȘs americano. Inclusive foi citado pelo colega Denilso de Lima, um entendimento [desse livro, clique] que vai no sentido de se tratar de um erro cometido por pessoas que desconhecem a gramĂĄtica normativa, ou seja, pessoas com baixa instrução. Digamos que pessoas que nĂŁo tiveram a oportunidade de estudar.

Em que pese a explicação da autora quanto a discordùncia normativa apontada, estou certo que não seria essa a melhor forma de esclarecer esse efeito. Na minha opinião a explicação passa pelos aspectos que apontamos nesse texto: destacar se tratar de imperativo na negativa com mistura de opinião ou entendimento do orador.

Mas isso vai de cada um. Se vocĂȘ gostou dessa nossa explicação sobre Dont’ com HE, SHE e IT em InglĂȘs ou gostaria de esclarecer algum ponto trabalhado nesse artigo, deixe a sua opiniĂŁo abaixo. A gente faz questĂŁo de responder. AlĂ©m disso, sugerimos que vocĂȘ se inscreva no nosso canal oficial do Youtube para ficar ligado nas nossas dicas de pronĂșncia e escuta. SĂŁo dezenas de vĂ­deos de graça [clique aqui para conhecer]. VocĂȘ tambĂ©m pode acompanhar as nossas novidades atravĂ©s do Facebook. A gente sempre avisa por lĂĄ. Ajuda a gente, Ă© rapidinho!  😉

Curtir pĂĄgina do Facebook

Advertisement
Download PDF

ComentĂĄrios

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta