WERE E HAD no começo da Frase: o que significa?

Você sabe como usar e o que significa WERE E HAD no começo da Frase em inglês? Esse texto é um complemento ao artigo Truque para enfatizar em inglês que você não encontra nos livros [clique aqui para acessá-lo]. Um dos assuntos mais cobrados em processos seletivos é o uso de were e had no começo da frase. Parece ser uma maneira de testar se os candidatos estão realmente afiados com a língua inglesa.

Antes disso, gostaríamos de te convidar para conhecer o nosso canal oficial no Youtube. São milhares de pessoas inscritas que contam com a nossa ajuda para aprender inglês de graça. Tem gente do Brasil todo, Estados Unidos, Canadá, Austrália, Inglaterra e muita mais [clique aqui para conhecer].

Como aprendemos anteriormente, podemos usar as chamadas inversões em inglês quando o propósito é enfatizar algo.

Inicialmente, no entanto, vamos lembrar alguns detalhes sobre os fundamentos da língua inglesa. Aprendemos nas primeiras aulas de inglês que além de verbos auxiliares como do, does, did, have, will e had, o verbo to be se comporta como um verbo auxiliar em perguntas. Isso porque ele é posicionado logo no começo da pergunta.  Isso vale para todos os formatos do verbo to be, ou seja, was e were [como explicamos nesse vídeo, clique] e is e are [como explicamos nesse vídeo, clique].  Assim, em se tratando de perguntas, dizemos coisas como:

Ex: Were you there?

[você estava lá?]

Ex: Was she happy?

[ela estava feliz?]

Ex: Are you Daniel?

[você é o Daniel?]

Ex: Is he Brazilian?

[ele é brasileiro?]

Isso também ocorre no caso do verbo auxiliar had [como já explicamos nesses dois vídeos: clique aqui e clique aqui].  Assim, é possível usar had no começo da frase como em:

Ex: Had you been waiting there for more than three hours when she finally arrived?

[você havia esperado lá por mais de três horas até ela chegar?]

Ex: When had they left?

[quando foi que eles haviam partido?]

Embora seja possível lançarmos mão desse recurso para perguntas em que posicionamos were no começo da frase e alocamos had no começo da frase, nem sempre frases com essa ordem peculiar de palavras se tratarão de perguntas.

É isso mesmo. Frases com were ou had no começo da frase nem sempre são perguntas. Nesse caso, então, se tratam das inversões.  No dia-a-dia costumamos dizer coisas como:

  • I was..
  • They were..

Veja a tabela abaixo em que estão indicadas algumas informações importantes sobre o que dita a regra gramatical da língua inglesa:

Formato no PassadoPronomes que podemos combinarExemplo de frase afirmativaTradução
Was I, He, She e ItI was happyeu estava feliz
WereYou, They e WeThey were happyeles estavam felizes

No  presente caso, fugimos de duas regras:

  • were passa a ser usado com qualquer pronome (ou nome);
  • were vem no começo de uma frase a qual não por isso é uma pergunta;

Usamos:

  • Were I…
  • Were she..
  • Were Jack…
  • Were they…
  • Were Daniel ad Bob…

Isso deixa muita gente encucada. Porém, é assim que fazemos em inglês quando queremos nos referir a alguma situação hipotética. Por isso chamamos esse expediente de condicional.  Se trata de fazer uma hipótese em que imaginamos quais seriam as consequências caso algo existisse ou fosse verdade.

No texto passado, falamos da possibilidade de usarmos if + [pronome] + were..

Ex: If I were to say what I think I would be fired.

No exemplo acima afirmo que caso eu falasse o que tenho em mente, eu seria automaticamente demitido. Ou seja, condicionamos uma hipótese (um evento imaginário) a uma consequência caso essa suposição se concretizasse.

O que vamos fazer aqui é remover a palavra if e, além disso, mudar as palavras were e I de ordem para enfatizar. Combinamos inversões com a condicional. Já falamos sobre esse tipo de condicional [nesse texto, clique]. Você pode até se perguntar “de que forma isso dá ênfase?”, contudo, se trata de um costume da língua inglesa.

Ex: Were I to win the lottery, I would move to Boa Bora.

Nesse exemplo a minha intenção é destacar que caso eu ganhasse na loteria eu me mudaria para Bora Bora.

Confira outro exemplo:

Ex: Were I in your shoes, I would make a complaint.

Nesse segundo exemplo, a minha intenção é destacar que caso eu estivesse no seu lugar, eu registraria uma reclamação.

No primeiro exemplo fizemos uso do verbo to win (ganhar), por isso a estrutura mudou um pouquinho em relação ao segundo exemplo.

De qualquer forma, você também poderia dizer: if I were in your shoes, I would make a complaint. Porém, não teríamos nesse caso o detalhe da ênfase em função da troca da ordem das palavras (were no começo da frase).

Conseguiu compreender como funciona? Veja o uso de had no começo da frase desempenhando a mesma função que acabamos de aprender.

Ex: Had I been there, this problem wouldn’t have happened.

Aqui a minha intenção é destacar que caso eu estivesse em um determinado local, algo não teria acontecido. Veja outros exemplos:

Ex: Had the people not be informed the situation would be much worse.

Compare! Você também poderia dizer: if the people had not be informed the situation would be much worse.

Na nossa língua diríamos algo como: caso as pessoas não tivessem sido informadas, a situação seria muito pior.

Ex: Had Jack not helped me I would have been in trouble.

Compare! Você também poderia dizer: If Jack had not helped me I would have been in trouble.

Ou seja, não tivesse o Jack me ajudado eu estaria em apuros.

Viu como é super fácil trabalhar com  were e had no começo da frase em inglês? Você deve ter percebido que em se tratando da condicional combinamos:

  • were para a primeira frase e would para a segunda frase
  • had para a primeira frase e would para a segunda frase

Nos exemplos acima, were e had são usados para indicar a hipótese e would é usado para indicar a consequência frente a essa situação irreal (imaginária). Entretanto, também é possível usarmos had de uma outra maneira.  Observe:

Ex: No sooner had he stepped outside than it started to rain.

[ele mal havia colocado o pé para fora e começou a chover] 

Nesse caso usamos had (característica do past perfect) para indicar o que ocorreu primeiro e na sequência usamos o passado  simples – it started to rain para revelar o que ocorreu.

Outro exemplo um pouquinho mais complexo:

Ex: Never before had he talked about this hazard.

[nunca antes havia ele falado desse risco]

Conseguiu captar o uso de condicional com inversão em inglês? Então é isso, espero que essa explicação sobre were e had no começo da frase lhe tenha ajudado de alguma forma. Caso você queira esclarecer algum ponto que foi mencionado nesse texto ou alguma coisa que não citada, deixe o seu comentário abaixo. A gente faz questão de responder todos os nossos leitores. Para ficar por dentro de dicas de inglês gratuitas, se inscreva no nosso canal oficial no Youtube. São dezenas de vídeos gratuitos para todos os níveis, básico, intermediário, avançado e proficiente [clique aqui para conhecer]. No Facebook sempre avisamos quando há novidades por aqui. Ajuda a gente, é rapidinho!  😉

Curtir página do Facebook

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta