Dicas para aprender Inglês como aprendi

Não é segredo: você entra e sai, entra e sai de diferentes escolas de Inglês, passa por diversos professores, métodos de ensino, enfrenta listas quilométricas de exercícios sobre o maldito verbo to be e uma avalanche de repetições que parece não ter fim. No fim, você acaba se perguntando: sou um papagaio ou um completo idiota que não consigo aprender inglês de jeito nenhum? Resolvi abrir a minha caixa de segredos (que de segredos não tem nada) sobre dicas para aprender Inglês como aprendi.

Dicas para aprender inglês de graça
Dicas para aprender Inglês: não consigo aprender Inglês nem a pau

Quem é que nunca cantou Have you ever seen the rain e no fundinho escondeu aquela sensação do tipo “que droga, porque eu apenas sei cantar essa parte?” No máximo um sunny day e olhe lá. No vídeo abaixo você pode conferir a música do Creedence que possui mais de 9 milhões de visualizações. Você já procurou esse vídeo também?

Isso sem contar a grana torrada que você lamenta todo os dias: com esse dinheiro eu não dava a volta ao mundo, mas conhecia boa parte dele. É frustrante, de fato revoltante. Você olha para o lado e vê o seu colega lendo os livros de Harry Potter todos em Inglês e pela milionésima vez. Olha para o outro e vê a sua amiga repetindo falas das Kardashians como se fossem amigas íntimas.

Lembro de um amigo que, ao ir à padaria comprar um simples chicletes, disse à balconista: Eu queria um “tridente”. Com uma cara de deboche daquelas, ela o questionou: você quer dizer “traident”?

Não que a balconista não tenha direito de pronunciar as palavras mais corretamente do que você, até porque a nossa filosofia aqui no Inglês no Teclado é que todos tem direito a aprender Inglês gratuitamente. Eu disse todos.

Na verdade, o que eu quis apontar com essa representação foi a situação intrigante vivenciada por esse amigo que, com receio de soar petulante, optou por dizer tridente e levou uma chapuletada de volta. Coisas da vida.

E aí você sai para a balada e ouve alguém dando ratadas absurdas ao cantar uma música em Inglês, mas é incapaz de reconhecer que você muito provavelmente está no mesmo nível que ele ou muito próximo disso.

O primeiro passo é aceitar de vez que você está dando uma trampolinice na pessoa que não podia dar: você mesmo (a). Aquela história do pior inimigo ser você mesmo é a mais pura verdade e assim como não conseguir emagrecer após anos de academia ou passar em um concurso público após diversa tentativas, a falta de um guia adequado para que você aprenda Inglês de vez é o buraco sem fim o qual você deve apagar da sua vida, e já!

Dicas para aprender Inglês como aprendi Inglês no Teclado
Dicas para aprender Inglês: não aguenta mais torrar grana?

Veja abaixo as dicas para aprender Inglês que podem lhe ajudar bastante!

Descobrir a existência de uma palavra e apenas recorrer ao dicionário

Recorrer ao dicionário para descobrir uma palavra equivalente em Português, na minha opinião, nunca foi um sério problema. O problema todo se dá quando simplesmente temos o primeiro contato e optamos por negligenciar aquela chance de aprendizado, isto é, acabamos de conhecer uma palavra ou expressão nova e nos desinteressamos sobre o que ela significa. Se você não faz isso, ou seja, costuma recorrer ao dicionário, já é meio caminho andado. Meio caminho, porque o caminho inteiro seria procurar por sinônimos em Inglês daquela palavra e, além disso, procurar exemplos de frases em que a palavra ou expressão aparece.

 

Aprender uma palavra nova e não estabelecer referências

Quando eu ainda estudava Inglês com uma professora ela me fez reconhecer a facilidade que eu tinha para memorizar palavras novas e Inglês. Eu realmente não havia percebido isso. Foi então que, a partir de uma reflexão, me questionei: porque eu teria essa facilidade para decorar palavras novas em Inglês? Palavras que antes não faziam parte do meu universo e passaram a fazer “para sempre”?

Esse é um ponto muito importante que se eu pudesse gritar para todas as pessoas que estudam uma nova língua eu faria: associe a palavra nova a origem do aprendizado.

O que significa isso? Onde foi que você aprendeu essa palavra ou expressão? Numa festa? Com algum estrangeiro em específico? Através da música X? Esse é o “segredo” número 1 da minha caixa e que ao longo de anos me auxiliou de sobremaneira no aprendizado do Inglês.

Assistir a filmes em Inglês de maneira desatenta a novas palavras

Já comentei em outro artigo aqui no Inglês no Teclado sobre uma técnica muito comum empregada por nossa família para aprender Inglês cada vez mais. Você pode conferir o texto Criança e Inglês: quando começar a estudar a língua inglesa?

Dicas para aprender Inglês no blog de Inglês
Dicas para aprender Inglês: onde aprendi essa palavra?

Repetir uma palavra desconhecida assim que mencionada por um personagem é ouro em pó. Pode parecer ridícula a sugestão que dou , mas é aí que está o pulo do gato. Além de associar a palavra nova a origem do aprendizado, colocar a escuta em concatenação a fala é extremamente vital ao processo de memorização. Não é preciso repetir feito um papagaio, porém repetir a palavra uma vez ao dia ao menos ao longo de 5 dias já é suficiente para tentar memorizá-la, isto é, de guardá-la para sempre.

Acreditar que a internet é a panaceia para todos os nosso males

Infelizmente (ou felizmente) a internet ainda não contém todas as respostas para as nossas dúvidas. Não é que estou sugerindo procurar a biblioteca da sua escola, universidade ou cidade para auxílio ao estudo da língua inglesa. Longe de mim querer fazer isso. Entretanto, se você não encontra a resposta para alguma dúvida através de pesquisas pela internet, pergunte a quem possivelmente sabe a resposta. Pessoas e livros. Se ainda assim você não conseguiu encontrar a resposta ou compreender o que você tanto quer saber, nos envie a sua dúvida. Acesse o nosso formulário de contato aqui.

Matar a gramática da língua inglesa deliberadamente

Não ter o domínio de como encaixar as palavras adequadamente na língua inglesa, beneficia a instalação da desaprendizagem – aspecto nocivo que você deve evitar a qualquer custo. Se você ainda não domina o arroz com feijão, então muita calma na hora de avançar sobre os demais tópicos. Não é que você deve abrir mão de conhecimento mais refinado, porém saber o grosso é essencial. Leve o seu tempo, mas não muito tempo! Levar muito tempo é empurrar algo com a barriga, estabeleça “até o mês que vem eu tenho que saber sobre tal assunto, independente da falta de tempo, encontro com o namorado(a), consultas ao médico e festas agendadas.” Acesse o conteúdo no nosso blog sobre gramática da língua inglesa. Já é um grande começo. Criar um pacto com você mesmo(a) é passo enorme. Vou aprender isso no dia tal ou na semana tal e ponto final, independente de qualquer tipo de distração que seja.

Dicas para aprender inglês no blog Inglês no teclado
Aprender Inglês: defina prazos curtos e domine o básico.

Então é isso. Essas são as dicas para aprender Inglês como aprendi e que, honestamente, sempre funcionaram muito bem para mim. Se você quer compartilhar a sua experiência ou opinião sobre as dicas que apresentei use o espaço abaixo!

Good luck!  😉

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta