Qual o Nível de Inglês Dos Brasileiros?

ESTUDAR INGL√äS NO BRASILQual o N√≠vel de Ingl√™s Dos Brasileiros? Ser√° que os brasucas / brazucas est√£o, ao menos, como se diz, “dando para o gasto”? Com tanta Netflix na cachola, ser√° que conseguem aprender algo verdadeiramente √ļtil com os filmes e s√©ries? Ou ser√° que ficam apenas nas redes sociais consumindo conte√ļdo proveniente de¬† informa√ß√Ķes traduzidas e repassadas pelos chamados¬†digital influencers¬†brasileiros?

Para saber um pouco sobre a trajetória do nosso país (nível de inglês dos brasileiros), vamos comparar dados de uma mesma investigação, conduzida em tempos diferentes Рa primeira do ano de 2013 e a outra do ano de 2020.

EF English Proficiency Index

Segundo um estudo feito pela Education First (EF) (terceira edi√ß√£o) – denominado “EF English Proficiency Index – EPI” -, uma das maiores empresas internacionais na √°rea de educa√ß√£o, presente em 55 pa√≠ses, em 2013, o n√≠vel de profici√™ncia em Ingl√™s da maioria dos brasileiros era baixo. As classifica√ß√Ķes foram: muito alto, alto, moderado, baixo e muito baixo.

Dentre 60 países contemplados pelo estudo, o Brasil se encontrava, em 2013, na posição 38ª o que, para este mesmo ranking, configura a classificação baixa. A Suécia , por outro lado, na pesquisa efetuada naquela época, encabeçava o ranking na primeira posição. A Argélia estaria na lanterna.

As tend√™ncias nacionais do √≠ndice de profici√™ncia em Ingl√™s da EF foram determinadas calculando a diferen√ßa entre os resultados da primeira edi√ß√£o do EPI da EF (2007-2009) e da terceira edi√ß√£o (2012). De acordo com a empresa ¬†“se um pa√≠s n√£o teve um resultado na primeira edi√ß√£o, utilizamos o resultado da segunda edi√ß√£o (2009-2011).”

DICA R√ĀPIDA  N√£o Entendo Ingl√™s Brit√Ęnico: e agora?
Metodologia

Conforme o material divulgado pela EF, o que motivou a realiza√ß√£o daquele estudo de 2013 – que passou a ser anual – foram as duas edi√ß√Ķes do anteriores a ele, que abrangeram dados de provas de 750 mil adultos avaliados atrav√©s de material pr√≥prio em 2012 somados √† observa√ß√Ķes durante os √ļltimos 6 anos (2007-2012) com dados de provas de mais de cinco milh√Ķes de adultos.

Brasil e a língua inglesa

O estudo apontou a diverg√™ncia entre o crescimento econ√īmico vivenciado pelo pa√≠s assim como eventos internacionais a serem sediados (como Copa e Olimp√≠adas) e a car√™ncia pela melhora do n√≠vel de Ingl√™s. Apontou, tamb√©m, que, com com base em dados de 2012, o Brasil abrigaria 6.215 ¬†filiais de mais de 70 escolas de idiomas.

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising, professores de inglês nativos custam mais caro, aparentando, então, que apenas cidadãos de classe média ou alta poderia custear essas aulas.

O estudo sugeriu que no setor ainda haveria espa√ßo para crescimento, baseando a sua afirma√ß√£o em informa√ß√Ķes do IBOPE, o qual indicaria que 80% da classe m√©dia declarariam n√£o falar nenhum idioma estrangeiro.

DICA R√ĀPIDA  Dica Para Escrever Em Ingl√™s (Evite Conectivos)

Como ação do governo brasileiro para mudar aquele cenário, mencionou o programa Ciências Sem Fronteiras como forma de aprimorar o nível de Inglês de universitários Рfuturos trabalhadores. Ocorre que, infelizmente, o programa foi descontinuado.

E atualmente? Como esta a situação dos brasileiros? Melhorou?

Em 2017, o Brasil ocupou a 41¬™ coloca√ß√£o em um ranking de 70 pa√≠ses. Ocorre que a¬†nova vers√£o do estudo de 2020 trouxe s√©rias preocupa√ß√Ķes √†s autoridade envolvidas com a educa√ß√£o brasileira. Decorridos oito anos desde aquele material de 2013, o n√≠vel dos brasileiros despencou vertiginosamente. Agora, dentre 100 pa√≠ses, est√° na 53¬™ posi√ß√£o.¬† Os tr√™s primeiro colocados, de 2020, foram: Holanda, Dinamarca e Finl√Ęndia (nesta ordem).

Para os leitores que pensam que uma das poss√≠veis raz√Ķes para este desempenho fraqu√≠ssimo seria o fato de a l√≠ngua portuguesa ser muito diferente da l√≠ngua inglesa, causando enorme barreira ao aprendizado, saibam que Portugal est√° em s√©timo lugar, no ranking de 2020.

A Argentina, que em 2019 encontrava-se na 27ª posição, subiu para a 25ª. O Brasil, que em 2019 encontrava-se na colocação 59ª foi para 53ª (ainda assim muito distante do país do hermanos).

No grupo Am√©rica Latina (composto de 19 pa√≠ses), o Brasil est√° em d√©cimo colocado – atr√°s de Argentina (como j√° pontuado), Costa Rica, Chile, Paraguai, Cuba, Bol√≠via, Rep√ļblica Dominicana, Honduras e Uruguai (nesta ordem).

DICA R√ĀPIDA  Como dizer estou puto da vida em Ingl√™s?

A pesquisa mais recente relata que “apesar de leis que tornam o ingl√™s mat√©ria obrigat√≥ria na maioria dos pa√≠ses latino-americanos, o acesso √†s aulas de ingl√™s continua desigual. Em algumas regi√Ķes do M√©xico, menos de 10% de escolas oferecem aulas de ingl√™s, apesar da sua obriga√ß√£o legal de o ofertar. No Equador em 2014, esse n√ļmero era inferior a 7%. Disparidades em acesso √† educa√ß√£o de ingl√™s s√£o particularmente agudas entre as √°reas rurais e urbanas, e entre escolas p√ļblicas e privadas. Em alguns pa√≠ses, a demanda por ingl√™s no local de trabalho √© t√£o alto, e a provis√£o escolar t√£o pobre, que um grande n√ļmero de profissionais investem nas aulas de ingl√™s. Um estudo de 2015, no Brasil, descobriu que 87% dos adultos entrevistados pagaram por cursos de ingl√™s desde que completaram sua educa√ß√£o”.

O estudo completo (do ano de 2020) pode ser acessado [clicando aqui].

N√£o se esque√ßa de conferir as nossas aulas de ingl√™s online no Youtube. Milhares de pessoas est√£o acompanhando o nosso trabalho por l√°, e o nosso material j√° foi acessado por milh√Ķes de internautas.

Download PDF

Coment√°rios

SEM COMENT√ĀRIOS

Deixe uma resposta