Estruturas em Inglês que dão um nó na cabeça (faça o teste!)

Acho que todos n√≥s temos que definir prioridades se quisermos muito alcan√ßar os nossos objetivos. N√£o que esse seja um texto de auto-ajuda, mas se voc√™ quer muito falar Ingl√™s fluente tem que dar a cara a tapas; N√£o tem sa√≠da, isso porque sem chance um curso de 1 ano vai te deixar fluente em Ingl√™s, mas a maneira que voc√™ se exp√Ķe a l√≠ngua inglesa e principalmente os recursos que voc√™ tem acesso para bater essa meta √© que v√£o verdadeiramente definir o seu sucesso.¬† ūüėČ

Uma tecla que sempre bato aqui no Inglês no Teclado (duplo sentido, eu sei) é estar ciente não apenas das formas corretas de se falar Inglês, mas também de erros que costumeiramente cometemos ao longo dessa jornada de aprendizado. Já falei detalhadamente sobre esse assunto e você pode conferir no post Falar Inglês Fluente: Erros que minam o desempenho e você tem que saber.

E olha que nunca fui um mega-extra-super-power aluno, mas, modéstia a parte, aprendi Inglês como nunca. Se essa é a sua primeira vez aqui no blog Inglês no Teclado, confira a minha história no post Criança e Inglês: quando começar a estudar a língua inglesa?

Seguindo a linha de raciocínio que mencionei acima, ou seja, sempre procurar saber que tipos de erros normalmente cometemos em Inglês, vou te mostrar 3 tópicos com estruturas em Inglês que dão um nó na cabeça. Afinal de contas, é sempre bom averiguarmos como está o nosso nível de discernimento, não é mesmo?

Confira abaixo estruturas em Inglês que dão um nó na cabeça (na minha e possivelmente na sua)!

Estruturas em Inglês que dão um nó na cabeça: é fácil para você?

O primeiro caso de estrutura em Inglês que certamente costuma deixar muita gente confusa é:

DICA R√ĀPIDA  Formar Contra√ß√Ķes Em Ingl√™s: Quando S√£o Obrigat√≥rias

¬†I’d rather com simple past

Voc√™ pode estar se perguntando: mas esse I’d rather √© muito f√°cil, inclusive aqui no blog voc√™s j√° falaram sobre ele no post Would rather e would you mind: como usar. O que haveria de ser t√£o chato?

De fato falamos sobre como usar I’d rather em Ingl√™s, por√©m essa √© a primeira vez que tocamos nesse t√≥pico. Veja exatamente do que estou falando.

Tomando por base o post em que falamos sobre como usar I’d rather, estamos habituados a dizer coisas como:

Ex: I’d rather stay in tonight.

Ex: I’d rather eat out tomorrow.

Ex: I’d rather play soccer next week.

Perceba que nos exemplos acima, eu faço referência a mim mesmo. Menciono as minhas preferências, minhas escolhas. Uso o verbo na foma base.

E se alguém te perguntasse algo como: Where would you rather I slept?

Hein? Oi? A pergunta √© para quem? Se refere a mim ou a voc√™?¬† ūüėĮ

Responda: quem procura um lugar para dormir? O anfitri√£o ou o h√≥spede? Voc√™ consegue entender o que est√° sendo perguntado?¬† ūüôĄ

Veja abaixo algumas frases mais simples antes de darmos a explicação completa sobre esse assunto.

Ex: I’d rather you went now.

Ex: He’d rather you called the police.

√Ä primeira vista, esse tipo de constru√ß√£o pode parecer incoerente, mas n√£o √©. Usamos essa constru√ß√£o para indicar que gostar√≠amos que algu√©m realizasse uma a√ß√£o (em vez de n√≥s mesmos). Para ser mais preciso, podemos associar I’d rather e passado simples para construir frases onde apontamos que fulano prefere que ciclano tome uma a√ß√£o em vez dele (fulano prefere sair de baixo) ou n√≥s mesmos queremos sair de baixo e preferimos que um outro algu√©m execute a a√ß√£o.

DICA R√ĀPIDA  Don't Mind Me - O Que Significa Don't Mind Me?

Uma caracter√≠stica ao usamos I’d rather e simple past √© que o verbo vem no passado, diferentemente da outra constru√ß√£o que mencionamos onde o verbo vem na chamada base form. Veja outros exemplos:

Ex: I’d rather you came with us.

Ex: She’d rather Paul cleaned the house.

Ex: I would rather you did something.

Ex: I would rather they left now.

√Č poss√≠vel encontrarmos varia√ß√Ķes como I’d rather that he do that, empregando o presente em vez do passado, apesar de ser menos comum.¬†Outro aspecto √© que alguns estudiosos apontam que na verdade n√£o se estabelece uma constru√ß√£o entre would rather e simple past, mas na verdade subjuntivo. Outros apontam que se trata do unreal past ou passado irreal em Ingl√™s. Enfim, a despeito dessas discuss√Ķes, agora voc√™ j√° sabe mais uma maneira de empregar would rather em Ingl√™s.

A pergunta where would you rather I slept? poderia ser substituída por where would you prefer me to sleep?

/ VEJA TAMB√ČM

express√Ķes f√°ceis em ingl√™s
Express√Ķes f√°ceis em Ingl√™s que meu professor n√£o me ensinou

O segundo tipo de estrutura em Inglês que costuma dar um trabalhinho, na linha da explicação anterior, é:

It’s high time + simple past

Voc√™ usa essa combina√ß√£o quando o prop√≥sito √© enfatizar algo como “j√° era hora” ou “j√° passou da hora”. Al√©m de dizer it’s high time, podemos optar simplesmente por it’s time. Confira alguns exemplos empregando it’s (high) time com o passado subjuntivo, retirados do site Grammaring:

Ex: It’s high time politicians learned to respect their voters.

Ex: It’s time you sold your first car.

Ex: It’s time you had a haircut.

DICA R√ĀPIDA  A Hospital, Hospital Ou The Hospital: Qual O Certo?

Repare que nesse tipo de constru√ß√£o tamb√©m empregamos o passado irreal para o verbo. Irreal porque ele n√£o aconteceu. Se voc√™ encontrar esse tipo de estrutura onde o verbo √© empregado no presente, n√£o se espante, apesar da norma culta determinar que as constru√ß√Ķes sejam apresentadas da forma que apontamos acima.

O terceiro e √ļltimo t√≥pico envolvendo estruturas em Ingl√™s que d√£o um n√≥ na cabe√ßa √©:

Never had it been

Podemos usar never had it been¬†quando o objetivo √© comparar dois cen√°rios acerca de um quesito de tal forma que um deles se destaca bastante em rela√ß√£o ao outro. Por seu car√°ter dram√°tico, como diria o ex-presidente Lula: nunca antes na hist√≥ria desse pa√≠s, √© comumente empregado na m√≠dia com o sentido de ¬†“nunca foi…” ou “nunca antes…”.

Exemplo do site Zee News:

Ex: Mott said though prior research had asserted many organisations needed emotional intelligence training, but never had it been investigated and published with a nutrition and exercise component.

Exemplo do site Tucson:

Ex: Never had it been so cool to be a University of Arizona fan with the football, basketball and women’s volleyball teams all ranked among the nation’s best.

Exemplo retirado do site WinniPegFreePress:

Ex: Age is something Jokinen is aware of but never had it been so clearly defined as a factor.

 

Se você gostou dessas três estruturas em Inglês que dão um nó na cabeça e que ficar por dentro de todas as nossas novidades, curta a nossa página oficial no Facebook! Essa é a melhor forma de ficar por dentro dos nossos próximos textos!

 Curtir página do Facebook

Download PDF

Coment√°rios

SEM COMENT√ĀRIOS

Deixe uma resposta