Músicas em Inglês Com Erros: exemplos bem explicados

Outro dia postamos um texto aqui no Inglês no Teclado chamado 4 Músicas em Inglês Com Erros Gramaticais [clique aqui para ler]. Esse nosso novo artigo é uma continuação do texto anterior, nele vamos apresentar três canções que seguem o mesmo “padrão de erro” entre elas. Ou seja, vamos citar mais músicas em inglês com erros para que isso lhe ajude a aprender inglês. Quem é que não gosta de música nesse mundo? Você pode até ter o seu estilo. A música faz bem não apenas para os ouvidos, para a vida também.

Músicas em Inglês com Erros

Dizer que uma música em inglês possui um erro, pode ser um erro de interpretação.  😉

É que quando dizemos erro, logo pensamos em algo espontâneo, ou seja,  que está fora do nosso controle, um movimento involuntário. Não que não possa existir músicas em inglês com erros, mas na grande maioria das vezes as músicas que poderíamos classificar como “erradas”, no tocante às suas letras, tendem mais para uma questão de estilismo e musicalidade do que o erro propriamente dito.

Como dissemos no começo desse texto, músicas em inglês podem se mostrar verdadeiras ferramentas de aprendizagem, contato que sejam empregadas corretamente e passemos a analisar a língua inglesa de uma forma mais crítica. Se ao final desse artigo você gostar da explicação, não esquece de curtir a nossa página oficial no Facebook e se inscrever no nosso canal oficial no Youtube [clique aqui para conhecer o nosso canal]. Essas suas duas formas de mantermos contato e você ser avisado quando novos artigos estiverem disponíveis.  😉

1. No Good

A primeira música que a gente vai dar uma olhada é a música chamada No Good da banda Kaleo. Um vídeo foi postado em fevereiro de 2016 no Youtube (compartilhado abaixo). A Letra da música diz, de acordo com transcrição do Vagalume:

You can’t fight the temptation
When you get the vibration
It won’t do you no good
It won’t do you no good

Você saberia dizer onde está o erro nessa música? Como vimos no artigo Como Usar Some, Any, No e None [clique aqui para ler], a língua inglesa não comporta o uso de duas estruturas com carga negativa. Na frase  It won’t do you no good, há duas formas que expressam a carga negativa: won’t e no. É que na nossa língua diríamos: não vai lhe causar nenhum bem.  Já na língua inglesa, o emprego de duas estruturas que se negativam não é possível. Para o caso em questão, teríamos que usar uma estrutura neutra juntamente a uma estrutura com carga negativa.  Assim, ficaria: won’t do you any good. É que any é a palavra com sentido neutro e won’t (= will not) embuti o sentido negativo graças à presença de not.

2. I Can’t Get No Satisfaction

Você com certeza conhece a música I can’t get no satisfaction da banda Rolling Stones. O erro presente nessa música é o mesmo erro que apontamos acima. A língua inglesa não comporta duas estruturas com carga negativa. Assim, o correto seria: I can’t get any satisfaction. Mas lembrando, se trata de uma questão de estilismo e musicalidade.

3. Ain’t no Sunshine

Outra música que “viola” a regra a qual nos referimos nas músicas em inglês acima é Ain’t no Sunshine do cantor Bill Whithers. Simplesmente adoro essa música. Como já explicamos no artigo O que Significa Ain’t e Como Usar Ain’t em Inglês [clique aqui para ler], ain’t nada mais é do que uma maneira artística da língua inglesa de representar simplificadamente contrações que envolvem a palavra not. O correto seria o cantor dizer there is no sunshine when she’s gone. Assim não teríamos repetição de carga negativa na mesma frase. Percebe? Dá play!

Então é isso. Essas são três músicas e inglês com erros que podem lhe ajudar bastante a aprender inglês sozinho. Sugerimos que você leia os textos que recomendamos acima. Para ficar por dentro das nossas próximas dicas de inglês e caso você queira aprender inglês online de graça, curta a nossa página oficial no Facebook. A gente sempre avisa por lá quando há novidades por aqui. Ajuda a gente, é rapidinho!    😉

Curtir página do Facebook

Download PDF

ARTIGOS SEMELHANTES

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta