O Inglês É Mais Fácil Ou Mais Difícil Que O Português?

O Inglês É Mais Fácil Ou Difícil Que O Português? Essa é uma pergunta super comum e que costumo ouvir com bastante frequência entre quem, de alguma forma, se interessa pela língua inglesa. Pois bem. Em 2015, escrevi um texto em que eu apontava as diferenças entre o inglês e português. O artigo ao qual me refiro [é esse daqui, clique]. Nesse falei das particularidades do inglês em relação ao português. Hoje, vou apontar as razões que explicam o porquê de, na minha opinião, o inglês ser uma língua infinitamente mais fácil que a nossa. Dessa forma, se mesmo ao final você ficar com alguma dúvida, é só deixar o seu comentário abaixo.

CONJUGAÇÕES EXCESSIVAS

O que mais dificulta a vida de quem não é falante nativo da língua portuguesa é o número gigantesco de conjugações.

Ex: João entregou o jornal para a mãe.

Ex: Pedro e Ricardo entregaram o jornal para a mãe.

Ex: Ela entregou o jornal para a mãe.

Ex: Ele entregará o jornal para a mãe.

Ex: Manuel, fizeste o que eu te disse?

Ex: Manuel e Maria, fizestes o que vos disse?

E poderia citar aqui um “trilhão” de conjugações da nossa língua que tendem a afugentar estrangeiros interessados no Português. Mas acredito, que já deu para você entender o recado. Tanto é assim que não raro nos deparamos com brasileiros falando tudo errado por aí. Nesse próprio artigo que você está lendo, nesse momento, há erros gramaticais. Achou?

REGRAS DE ACENTUAÇÃO MALUCAS

Em Inglês, não temos que nos preocupar com acentuações. Em Português, por outro lado, é um salve-se quem puder. A crase é um verdadeiro calcanhar de Aquiles para muitos de nós falantes nativos do Português. Reconheço que a crase é uma espécie de contração (junção do a + a) – e elas existem aos montes em inglês. Contudo, a crase é uma parte dos nossos problemas. Há muitas regras se devemos ou não acentuar uma palavra. Só essa parte é suficiente para comprovar como o inglês é muito mais fácil do que o Português. Você domina todas as regras de acentuação ou apenas decora algumas meras palavras e ponto final? Pois é. Se não é fácil para você, imagina para o gringo.

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO

O novo acordo ortográfico dá uma surra em muitos falantes nativos da língua portuguesa. Imagina, então, no caso dos gringos? É claro que essa alteração per se não pode ser apontada como fator dificultante máximo da língua portuguesa, mas não podemos esquecer de colocar os devidos pesos ponderados na balança, se desejamos promover uma comparação entre português e Inglês no tocante à dificuldade de aprendizagem.

Como você pode notar, os critérios que utilizei são de natureza gramatical. No meu entendimento, esses são, de certo, os aspectos que mais dificultam o aprendizado de uma língua. Não por isso, entretanto, você deve negligenciá-los como já expliquei [nesse artigo]. Pelo contrário, é fundamental enfrentá-los se você quiser evoluir de verdade com a sua fluência.

Outra colocação que devo fazer é que não foi minha intenção denegrir a língua portuguesa ou inferiorizá-la em relação ao inglês. Apenas suscitei pontos / argumentos para quem pensa, um dia, afirmar que o Inglês é uma língua mais difícil que o Português. Prometo, futuramente, fazer o contraponto e mostrar as partes “mais chatinhas” do Inglês em relação ao Português. Até a próxima!

Download PDF

Comentários

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta